Protestos terminam com mortos e feridos em Myanmar

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 20 de fevereiro de 2021 as 11:52, por: CdB

Com blindados nas ruas, as forças de segurança de Myanmar reprimiram as manifestações contra o golpe militar no país neste sábado e deixaram pelo menos duas pessoas mortas no país.

Por Redação, com Sputnik – de

Com blindados nas ruas, as forças de segurança de Myanmar reprimiram as manifestações contra o golpe militar no país neste sábado e deixaram pelo menos duas pessoas mortas no país.

Com blindados nas ruas, as forças de segurança de Myanmar reprimiram as manifestações contra o golpe militar

Segundo uma reportagem publicada pelo portal Myanmar Now, os militares usaram munição letal e ao menos 10 pessoas ficaram feridas durante os protestos.

O incidente teria ocorrido no estaleiro Yadanarbon, localizado no rio Irrawaddy, quando a polícia atacou os manifestantes com tiros e balas de borracha.

Uma das vítimas foi atingida na cabeça e morreu na hora. A outra foi atingida no peito, chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu.

Guerra

Polícia ainda dispara em Mandalay Yadanarbon Harbour Demo e é mais como uma guerra, embora os civis desarmados não possam fazer nada a não ser fugir.​

Alegando fraude eleitoral, uma junta militar tomou o poder em 1º de fevereiro, após prender a cúpula do governo e a maior liderança política de Mianmar, Aung San Suu Kyi.

Protestos vêm se espalhando pelo país desde que os militares assumiram o poder. Na sexta-feira, a primeira morte por conta da repressão foi registrada. A jovem Mya Thwe Thwe Khine levou um tiro de metralhadora enquanto protestava.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code