PT convoca manifestações em todo o país contra perseguição a Lula

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019 as 15:59, por: CdB

Nesta quarta-feira, a juíza Gabriela Hardt, substituta do ex-juiz Sérgio Moro no comando da operação, condenou o ex-presidente a 12 anos e 11 meses de prisão, no processo que envolve o chamado sítio de Atibaia, no interior paulista.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O PT convoca lideranças políticas e militantes para manifestação em defesa da democracia e em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como resposta à mais uma condenação, motivada pela perseguição política promovida pela Operação Lava Jato. As mobilizações ocorrerão em São Paulo, na sede nacional do partido, e também na Vigília Lula Livre, em Curitiba, ambas nesta quinta-feira a partir das 17h.

A militância do PT recebe orientação para fazer campanha pelo número 13, o que beneficia Haddad
A militância do PT sairá às ruas do país na defesa do ex-presidente Lula, novamente condenado em um processo duvidoso

Também estão previstas manifestações em Porto Alegre, Belo Horizonte, Florianópolis e Cuiabá. Na sexta-feira, há um ato previsto em Recife.

“Mais uma vez, Lula é condenado sem provas. O presidente que mais fez pelo povo brasileiro hoje é preso político, refém de um Judiciário que rasga a lei diariamente para manter em cativeiro aquele que teria sido eleito novamente pelo povo. Vamos à luta, vamos às ruas! Por #LulaLivreJá!”, diz a convocatória para os atos, nas redes sociais.

Nesta quarta-feira, a juíza Gabriela Hardt, substituta do ex-juiz Sérgio Moro no comando da operação, condenou o ex-presidente a 12 anos e 11 meses de prisão, no processo que envolve o chamado sítio de Atibaia, no interior paulista. A defesa de Lula recorrerá da decisão.

Nobel da Paz

Parlamentares do PT também criticaram a decisão. “Uma vez mais, o presidente Lula é vítima dessas condenações seletivas perpetradas pela Operação ‘Farsa a Jato’. O lawfare no Brasil segue a plenos pulmões”, afirmou o senador Humberto Costa (PE).

— É escandaloso que, às vésperas de o STF se debruçar novamente sobre a aberrante abolição do princípio da presunção de inocência, o juízo de 1ª grau se precipite para condenar, pela segunda vez, um homem que já é vítima de prisão política. A sanha persecutória a Lula parece não ter fim — acrescentou Costa, que é líder da bancada na Casa.

A presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR) e o senador Paulo Rocha (PA) destacaram que essa nova condenação vem justamente no momento em que cresce a possibilidade do ex-presidente ser indicado ao prêmio Nobel da Paz.

Em São Paulo, a manifestação em apoio a Lula ocorrerá no diretório nacional do PT, que fica na Rua Silveira Martins, 132, Sé, região central da capital. Já a Vigília Lula Livre está localizada na Rua Sandália Monzon, 164, no bairro de Santa Cândida, nos arredores da sede da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente é mantido preso politicamente há mais de 300 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *