PT exige punição dos assassinos de sem terra

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 22 de novembro de 2004 as 03:29, por: CdB

O Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores divulgou nota no domingo, exigindo a apuração e punição dos responsáveis pelo assassinato de agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). O crime ocorreu sábado, em um acampamento na zona rural do município de Felisburgo, em Minas Gerais.

“De maneira covarde, foram assassinados cinco trabalhadores. Há muitos feridos. O Diretório Nacional do PT repudia veementemente esse brutal ato. Exige apuração até o fim e punição dos responsáveis”, diz o documento.

Os trabalhadores viviam no acampamento Terra Prometida, área ocupada em maio de 2002 por cerca de 200 famílias. De acordo com o MST, o acampamento foi atacado na manhã de sábado por sete pistoleiros que atearam fogo nas casas e abriram fogo contra os moradores. Quatro trabalhadores morreram no local. Um chegou com vida ao hospital, mas não resistiu.