PT não tem ‘plano B’ ou uma segunda opção para 2022: ‘É Lula’, diz Quaquá

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 31 de maio de 2021 as 18:16, por: CdB

O vice-presidente acrescenta, ainda, que o PT “sofreu uma perseguição brutal”, mas é “um partido muito forte”. Ele descartou a necessidade de um mea-culpa por parte do partido e acrescentou que “qualquer organização humana comete equívocos”.

Por Redação- do Rio de Janeiro

O PT não terá uma segunda opção na disputa à Presidência da República de 2022. A afirmação é do vice-presidente do partido Washington Quaquá, para quem é igual “a zero” a chance de um ‘plano B’ para as próximas eleições.

Lula, apaixonado por Rosangela da Silva, a 'Janja', quer se casar assim que estiver de volta à liberdade
Lula está animado para voltar à campanha eleitoral, afirma líder petista fluminense

— Ele (Lula) vem com sangue no olho. O velho está com vontade — afirmou o petista, em entrevista à agência alemã de notícias Deutsche Welle (DW).

O vice-presidente acrescenta, ainda, que o PT “sofreu uma perseguição brutal”, mas é “um partido muito forte”. Ele descartou a necessidade de um mea-culpa por parte do partido e acrescentou que “qualquer organização humana comete equívocos”.

Segundo Quaquá, a saúde do ex-presidente está em dia e ele se encontra animado com a possibilidade de voltar a governar o país.

— Ele está melhor que eu! Ele está muito bem fisicamente. É candidato! Está com desejo e vontade que poucos têm — avalisa.

Mais maduro

Quanto à necessidade de um ‘plano B’, a chance “é zero”.

— Ele vem com sangue no olho. O velho está com vontade. Ele falou: ‘Eu não serei candidato para terminar a vida política com um mandato pior. Eu quero sair bem. Quero ser presidente da República para fazer um governo melhor do que eu fiz nos dois primeiros’ — relata.

Ainda segundo o dirigente partidário, o PT está dando a volta por cima.

— Lula está voltando! Vai ser um carnaval que ninguém vai querer perder. Vai ser muito mais feliz e alegre tê-lo na Presidência da maneira como ele está agora, muito mais maduro. Imagina: o Lula que nunca tinha governado fez o que ele fez. Agora imagina o Lula que já governou duas vezes, que é respeitado no mundo inteiro — garante.

Quanto ao passado, diz o vice-presidente, “qualquer organização humana comete equívocos”.

— Mas nossos equívocos não são de corrupção. Claro que pontualmente você pode ter alguém que se envolva em casos de corrupção. O PT sofreu muito uma perseguição brutal, mas é um partido muito enraizado. É um partido muito forte — conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code