Quase 4 milhões de norte-americanos já votaram, indicando comparecimento recorde

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 6 de outubro de 2020 as 11:49, por: CdB

Os norte-americanos estão correndo para depositar seus votos antes da eleição de novembro em um ritmo inédito, mostram números da votação antecipada, o que indica um possível comparecimento recorde para o confronto entre o presidente Donald Trump e o rival democrata Joe Biden.

Por Redação, com Reuters – de Washington

Os norte-americanos estão correndo para depositar seus votos antes da eleição de novembro em um ritmo inédito, mostram números da votação antecipada, o que indica um possível comparecimento recorde para o confronto entre o presidente Donald Trump e o rival democrata Joe Biden.

Votação antecipada por correio para eleição presidencial dos EUA na Flórida
Votação antecipada por correio para eleição presidencial dos EUA na Flórida

Faltando quatro semanas para a eleição de 3 de novembro, mais de 3,8 milhões de norte-americanos já votaram, uma cifra que supera de longe os cerca de 75 mil que o haviam feito a esta altura em 2016, de acordo com o U.S. Elections Project, que compila dados da votação antecipada.

A mudança

A mudança foi fomentada pela ampliação da votação antecipada e por correio em muitos Estados como formas seguras de depositar cédulas durante a pandemia de coronavírus e pelo anseio de opinar sobre o futuro político de Trump, disse Michael McDonald, da Universidade da Flórida, que administra o projeto.

– Nunca vimos tantas pessoas votando tão antes de uma eleição – explicou McDonald. “As pessoas depositam os votos quando se decidem, e sabemos que muitas pessoas se decidiram muito tempo atrás e já tem um julgamento sobre Trump.”

Eleitores

O aumento precoce levou McDonald a prever um comparecimento recorde de cerca de 150 milhões, o que representa 65% dos eleitores habilitados, a taxa mais alta desde 1908.

Biden supera Trump em pesquisas nacionais de opinião, mas sondagens em Estados cruciais indicam uma disputa acirrada.

Os números relatados até o momento vêm de 31 Estados, disse McDonald, e crescerão rapidamente à medida que mais deles iniciarem a votação antecipada e relatarem os valores totais de votos pelo correio nas próximas semanas. Só cerca de meia dúzia de Estados não permite algum tipo de votação antecipada.