Quinze Estados devem escolher governadores já no 1o turno

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sábado, 14 de setembro de 2002 as 00:46, por: CdB

A eleição para governador pode ser definida já no primeiro turno em 15 Estados do país, com o Nordeste saindo na frente como a região que pode escolher mais nomes na primeira etapa das votações, informa pesquisa do Ibope do último dia 4.

Quem dispara em primeiro lugar como a maior preferência eleitoral do país, entretanto, é Eduardo Braga, candidato do PPS ao governo do Amazonas. Braga atingiu 65 por cento das intenções de voto, contra 15 por cento do segundo colocado, Gilberto Mestrinho (PMDB).

Mas é no Nordeste que está a maior parte dos Estados que deverão conhecer seus novos governadores já no primeiro turno. Nos segundos lugares da região, quase todos os candidatos são do PT.

Na Bahia, o PFL de Antonio Carlos Magalhães lidera as intenções de voto com Paulo Souto, com 54 por cento dos votos.

O segundo lugar é do petista Jaques Wagner, que conta com 15 por cento das intenções de voto — em alta em relação aos 6 por cento da pesquisa anterior –, enquanto os eleitores que não opinaram ou não sabem em quem votar chegam a 16 por cento.

O PFL também tem a liderança nas pesquisas em Sergipe. João Alves tem 50 por cento das intenções de voto, contra os 16 por cento do petista José Eduardo, segundo pesquisa Ibope.

No Ceará, Lúcio Alcântara, do PSDB, tem 48 por cento das intenções de voto, segundo a mais recente pesquisa O Povo/Em Data, 10 pontos percentuais à frente do segundo colocado.

A novidade da pesquisa é a alta do petista José Airton Cirilo, que subiu 5 pontos percentuais para 10 por cento e empatou tecnicamente com Sérgio Machado (PMDB) na segunda posição.

PMDB e PSDB lideram em Pernambuco e na Paraíba, respectivamente. Jarbas Vasconcelos conta com os votos de 66 por cento dos pernambucanos, com uma ampla liderança diante dos 15 por cento do segundo colocado, Humberto Costa (PT).

Na Paraíba, a diferença entre Cássio Cunha Lima e o segundo colocado, Roberto Paulino (PMDB) é de 35 pontos. Eles têm 57 e 22 por cento, respectivamente.

NO NORTE E CENTRO-OESTE, PT CONTRA-ATACA

Enquanto no Nordeste os petistas parecem ter estacionado no segundo lugar, no Mato Grosso do Sul e no Acre são eles que abrem grandes diferenças em relação aos concorrentes.

Além do Amazonas, mais três Estados da região do Norte não devem passar por um segundo turno nas eleições a governador, segundo as pesquisas do Ibope.

No Acre, Jorge Viana tem 62 por cento das intenções de voto, contra 27 por cento de Flaviano Melo (PMDB). Os demais candidatos não atingiram mais do que 1 por cento cada um.

O PT também tem lugar privilegiado no Centro-Oeste. O candidato ao governo do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, aparece com 46 por cento dos votos, 20 pontos a mais que Marisa Serrano (PSDB), com 26 por cento.

Flamarion Portela (PSL) se encaminha para ser o novo governador de Roraima. Ele tem 50 por cento das intenções de voto, contra 39 por cento de Ottomar Pinto (PTB).

No Tocantins, quem tem grandes chances é o PFL. Marcelo Miranda lidera as pesquisas com 60 por cento das intenções de voto, contra 18 por cento de José Freire Jr. (PMDB).

No Distrito Federal é o PMDB que tem mais chances de levar o governo, e no primeiro turno. Joaquim Roriz conta com 52 por cento dos votos, mais que o dobro dos 24 por cento do petista Geraldo Magela.

REGIÃO SUL E SUDESTE: UMA ÚNICA MULHER

Em Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB) lidera as pesquisas e deverá ser eleito no primeiro turno, abrindo 30 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado, o vice-governador Newton Cardoso (PMDB), na última pesquisa do Ibope.

Enquanto Aécio subiu 2 pontos percentuais, ficando com 44 por cento das intenções de voto, Newton caiu 2 pontos, passando de 16 para 14 por cento.

Rosinha Garotinho é a única mulher com chances de governar um Estado. Candidata pelo PSB no Rio de Janeiro, e casada com o candidato a presidente Anthony Garotinho, ela sairia vitoriosa se o primeiro turno das eleições fossem hoje.

Rosinha tem 4