Real Madrid completa empréstimo de Reinier para o Dortmund

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 19 de agosto de 2020 as 13:15, por: CdB

O Borussia Dortmund contratou o meio-campista brasileiro Reinier, do Real Madrid, por um empréstimo de dois anos, anunciou o clube da Bundesliga nesta quarta-feira.

Por Redação, com Reuters – de Madri/Barcelona

O Borussia Dortmund contratou o meio-campista brasileiro Reinier, do Real Madrid, por um empréstimo de dois anos, anunciou o clube da Bundesliga nesta quarta-feira.

Reinier durante entrevista coletiva em Madri
Reinier durante entrevista coletiva em Madri

Depois de passar pelas categorias de base do Flamengo, Reinier conquistou os título brasileiro e da Copa Libertadores pelo clube em 2019.

O jogador de 18 anos trocou o Flamengo pelo Real Madrid por 30 milhões de euros em janeiro, mas ainda não estreou pela equipe principal do clube espanhol.

– Reinier é um jogador com um enorme talento e pode ser utilizado em várias posições de ataque – afirmou o diretor do Dortmund, Michael Zorc.

– Há mais de dois anos que acompanhamos o rapaz; para além das suas excelentes qualidades técnicas, também possui uma forte presença física – acrescentou Zorc.

– Após uma longa pausa no futebol competitivo, daremos a ele o tempo necessário para se adaptar ao futebol profissional na Alemanha e ele pode ser uma opção adicional para nós no ataque.

Inter de Milão

Reinier segue os passos do lateral marroquino Achraf Hakimi, que passou dois anos emprestado ao Dortmund antes de o Real vendê-lo para a Inter de Milão no mês passado.

– O clube é conhecido por se concentrar nos jogadores jovens e por melhorá-los – disse Reinier. “Gostaria de aprender muito e jogar muito aqui, ajudar a equipe e ter sucesso.”

Koeman

O novo técnico do Barcelona, Ronald Koeman, vai supervisionar uma grande reformulação do time depois que suas fraquezas foram expostas na goleada por 8 a 2 diante do Bayern de Munique, afirmou o presidente Josep Maria Bartomeu.

Koeman, um dos maiores ídolos do Barça que foi confirmado como novo técnico do clube nesta quarta-feira, comandará a transição ao lado de Ramón Planes, o novo diretor técnico após Eric Abidal deixar o clube.

– O diretor técnico e o novo treinador tomarão medidas drásticas e afetarão alguns jogadores, aos quais devemos uma despedida apropriada – disse Bartomeu em entrevista ao canal de televisão oficial do clube na terça-feira.

Bartomeu não disse quais atletas vão sair, mas referiu-se a sete jogadores que não estavam à venda: o capitão Lionel Messi, o goleiro Marc-Andre ter Stegen, os defensores Clement Lenglet e Nelson Semedo, além das contratações recentes Antoine Griezmann, Frenkie de Jong e Ousmane Dembélé.

Gerard Piqué e Sergio Busquets, que estão no clube desde 2008 e são os jogadores mais antigos depois de Messi, foram omitidos da lista de Bartomeu, o que significa que podem deixar o Barça depois de 12 anos repletos de troféus.

Jordi Alba, Ivan Rakitic e Luis Suárez, membros importantes da equipe que conquistou a tríplice coroa em 2015, bem como os títulos da La Liga em 2016, 2018 e 2019, também não foram citados.

– São jogadores que têm dado os seus melhores dias ao clube e fizeram parte dos melhores anos do clube. Ganharam muitos troféus e tiveram muito sucesso – afirmou Bartomeu, acrescentando que agora é “impossível” trazer Neymar de volta ao clube, já que o Paris Saint-Germain não quer mais vender o brasileiro.