Rebelião termina em presídio de Japeri

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018 as 10:29, por: CdB

Durante a ação contra a rebelião foram apreendidos um revólver, duas pistolas e uma granada de efeito moral. O incidente será investigado pela própria Seap, segundo nota divulgada pela instituição

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

A rebelião na Penitenciária Milton Dias Moreira, em Japeri, foi controlada e os reféns foram liberados depois de negociações comandados pela Superintendência de Segurança da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap). De acordo com a Seap, ao todo 18 pessoas chegaram a ficar reféns dos presidiários, sendo oito agentes da secretaria e 10 detentos.

A rebelião na Penitenciária Milton Dias Moreira, em Japeri, foi controlada

Durante a ação contra a rebelião foram apreendidos um revólver; duas pistolas e uma granada de efeito moral. O incidente será investigado pela própria Seap; segundo nota divulgada pela instituição.

A ação contou com o apoio do Gerenciamento de Crise do Centro Integrado de Comando e Controle.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap); informou que na tarde de domingo inspetores de segurança e administração penitenciária frustraram uma tentativa de fuga de internos da unidade prisional. Em seguida, os internos iniciaram um motim.

O secretário de Administração Penitenciária, David Anthony Gonçalves Alves; ativou o centro de crise no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). A secretaria informou também que o Grupamento de Intervenção Tática (GIT) e o subsecretário de Gestão Operacional estão no local; com o apoio do Batalhão de Choque e diversas unidades da Polícia Militar.

A rebelião ocorre no mesmo dia em que a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou; que antecipou “medidas de controle” nos presídios do Estado para impedir eventuais reações da população carcerária à intervenção federal na segurança pública do Estado, decretada na última sexta-feira.

– Uma série de medidas operacionais foram adotadas, com o objetivo de impedir as instabilidades no sistema carcerário – informou; em nota, o secretário de Administração Penitenciária, David Anthony.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *