Região metropolitana de Belém entra em lockdown, nesta segunda-feira

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado domingo, 14 de março de 2021 as 16:38, por: CdB

Com o objetivo de conter a evolução da pandemia de covid-19 na capital paraense, a medida vale para Belém e os municípios de Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara. Nesses locais, que passaram para a bandeira preta, apenas um membro de cada família poderá ser atendido nos estabelecimentos comerciais.

Por Redação – de Belém

A partir das 21h desta segunda-feira, os cinco municípios da região metropolitana de Belém entrarão em lockdown, com apenas os serviços essenciais funcionando. A medida foi anunciada na noite passada pelo governador do Pará, Helder Barbalho, e valerá, a princípio, por sete dias.

No entorno do mercado Ver-o-Peso, em Belém, a circulação já estava proibida nos últimos dias

Com o objetivo de conter a evolução da pandemia de covid-19 na capital paraense, a medida vale para Belém e os municípios de Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara. Nesses locais, que passaram para a bandeira preta, apenas um membro de cada família poderá ser atendido nos estabelecimentos comerciais e as cirurgias eletivas foram adiadas até o fim de março.

Fase vermelha

Durante a bandeira preta, somente funcionarão supermercados, bancos, farmácias, casas lotéricas e feiras livres. O restante do Pará permanece na fase vermelha. O governador também anunciou a suspensão do campeonato paraense de futebol.

Segundo o governo do Pará, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado chega a 83%. Em Belém, a situação é mais grave, com 98% dos leitos clínicos e 89% dos leitos de UTI ocupados. Somente ontem, segundo o Ministério da Saúde, 46 pessoas morreram no Estado, elevando para 9.290 o total de falecidos desde o início da pandemia.