Regina Duarte é surpreendida por nomeação e deve deixar o cargo

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 5 de maio de 2020 as 15:08, por: CdB

“Não foi por falta de aviso”, escreveu o também ator José de Abreu, em uma rede social. Em conversa com uma assessora, nesta manhã, Regina Duarte disse acreditar que foi dispensada do cargo, por Jair Bolsonaro (sem partido). 

Por Redação – de Brasília e São Paulo

A atriz Regina Duarte está com o corpo praticamente fora do governo. Seduzida pela promessa de constituir uma gestão com as suas características, na Secretaria de Cultura do Ministério do Turismo, Duarte submete-se, agora, à humilhação de ver nomeado para a Funarte — um dos cargos mais importantes da pasta — alguém que ela exonerou, há dois meses, em seu primeiro ato após a posse.

A atriz Regina Duarte está convidada por Bolsonaro a assumir a secretaria de Cultura
A atriz Regina Duarte está convidada por Bolsonaro a assumir a secretaria de Cultura, aceita o cargo. Dois meses depois, é humilhada publicamente

Palmares

“Não foi por falta de aviso”, escreveu o também ator José de Abreu, em uma rede social. Em conversa com uma assessora, nesta manhã, Regina Duarte disse acreditar que foi dispensada do cargo, por Jair Bolsonaro (sem partido). 

O Diário Oficial da União publicou nesta terça, sem que ela soubesse, a nomeação do olavista Dante Mantovani para a Presidência da Funarte, retomando o cargo e o discurso da extrema direita. Na sexta-feira, foi a vez de Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, subordinado à secretária, ataca-la nas redes sociais.