Reino Unido: Facebook não responde totalmente a questões sobre privacidade de dados

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 15 de maio de 2018 as 15:16, por: CdB

O comitê fez mais perguntas ao Facebook após dizer que o vice-presidente de tecnologia da empresa, Mike Schroepfer, não tratou de todas as preocupações durante a audiência parlamentar no mês passado

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O Facebook não respondeu totalmente às 39 perguntas de legisladores britânicos que avaliam a privacidade de dados e notícias falsas, disse um comitê parlamentar nesta terça-feira, acrescentando que perguntaria à empresa de mídias sociais mais uma vez sobre os detalhes que ficaram de fora.

O Facebook não respondeu totalmente às 39 perguntas de legisladores britânicos que avaliam a privacidade de dados

O comitê fez mais perguntas ao Facebook após dizer que o vice-presidente de tecnologia da empresa, Mike Schroepfer; não tratou de todas as preocupações durante a audiência parlamentar no mês passado.

Reino Unido

A chefe do Facebook para política pública no Reino Unido, Rebecca Stimson; respondeu às 39 perguntas adicionais em uma carta publicada pelo comitê. No entanto, o presidente do comitê disse; que as respostas não continham os detalhes que eles estavam querendo.

– É decepcionante que uma empresa com os recursos do Facebook escolha não fornecer um nível suficiente de detalhes; e transparência sobre vários pontos – disse Damian Collins, presidente do Comitê Digital, de Cultura, Mídia e Esporte, em um comunicado.

Como parte do processo, o comitê tem investigado alegações de uso indevido de dados de 87 milhões de usuários pela Cambridge Analytica; que foi contratada pela campanha de Donald Trump; para a presidência dos Estados Unidos em 2016.

Collins disse que a Cambridge Analytica foi uma das áreas em; que a resposta do Facebook não foi suficientemente detalhada.

Rebecca Stimson

Em sua carta, Rebecca Stimson disse que o Facebook não passou informação de usuários para a Cambridge Analytica; embora tenha fornecido ferramentas para uma empresa de pesquisas; que parecia ter compartilhado dados com a consultoria.

– Nós fornecemos resposta abrangentes para os 39 pontos que o comitê levantou após o depoimento de Mike Schroepfer – disse um porta-voz do Facebook em comunicado.

– Embora Mark Zuckerberg não tenha planos de se reunir com o comitê ou viajar para o Reino Unido no momento; nós reconhecemos totalmente a seriedade desses assuntos e permanecemos comprometidos; em fornecer qualquer informação adicional solicitada para seu inquérito sobre notícias falsas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *