República Democrática do Congo já tem mais de 400 casos de ebola

Arquivado em: Destaque do Dia, Saúde, Últimas Notícias, Vida & Estilo
Publicado domingo, 25 de novembro de 2018 as 12:28, por: CdB

A epidemia já se transformou na maior da história do país em relação ao número de contágios, algo que é atribuído em grande parte à rejeição de algumas comunidades em receber tratamento e à insegurança na região, onde operam dezenas de grupos armados.

Por Redação, com EFE – de Kinshasa

O surto de ebola no nordeste da República Democrática do Congo (RDC) ultrapassou 400 casos, registrando 231 mortos, segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde do país. As autoridades contabilizam 403 contágios, dos quais 356 foram confirmados em laboratório e 47 estão catalogados como “prováveis”, por não terem sido comprovados cientificamente.

O surto de ebola no nordeste da República Democrática do Congo (RDC) ultrapassou 400 casos, registrando

Entre os mortos, 184 eram infectados confirmados e os 47 restantes estavam entre os casos prováveis. Há outros 56 casos em processo de investigação.

A atualização mais recente dos dados é de 24 de novembro e revelam também que, até o momento, cerca de 35 mil pessoas foram vacinadas na região com um tratamento experimental que deu bons resultados no passado.

O surto, o segundo no país, foi declarado no último dia 1º de agosto e afeta as províncias do Kivu do Norte e Ituri.

A epidemia já se transformou na maior da história do país em relação ao número de contágios, algo que é atribuído em grande parte à rejeição de algumas comunidades em receber tratamento e à insegurança na região, onde operam dezenas de grupos armados.

Neste sábado, o Ministério de Saúde informou que o país expandirá os testes com quatro tratamentos experimentais – as moléculas mAb 114, ZMapp, Remdesivir e Regeneron – e coletará dados sobre sua efetividade e efeitos colaterais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *