Republicano exibe pistolas em audiência sobre controle de armas 

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 3 de junho de 2022 as 13:44, por: CdB

O parlamentar republicano Greg Steube, que participou da reunião do comitê virtualmente de sua casa na Flórida, contestou a legislação que proibiria várias pistolas. Ele ergueu quatro armas, uma por uma, diante do comitê.

Por Redação, com Reuters – de Washington

Parlamentares republicanos na Câmara dos Estados Unidos se opuseram, na quinta-feira, a uma tentativa dos democratas de avançar com novas restrições para a compra de armas, e um deputado republicano sacou pistolas durante uma audiência para reclamar que elas poderiam ser proibidas.

Republicano exibe pistolas em audiência sobre controle de armas nos EUA

O Comitê Judiciário da Câmara se reuniu em uma sessão de emergência durante o recesso de uma semana do feriado do Memorial Day, ao mesmo tempo em que funerais são realizados em Uvalde, no Texas, para 19 crianças e duas professoras que foram mortos a tiros por um homem de 18 anos com um fuzil semiautomático AR-15 semana passada. Houve outros tiroteios em massa na semana anterior e na quarta-feira nos EUA.

O parlamentar republicano Greg Steube, que participou da reunião do comitê virtualmente de sua casa na Flórida, contestou a legislação que proibiria várias pistolas. Ele ergueu quatro armas, uma por uma, diante do comitê.

– Aqui está uma arma que eu carrego todos os dias para me proteger, proteger minha família, minha esposa, minha casa – disse o parlamentar, em seu segundo mandato.

Comitê Judiciário

O presidente do Comitê Judiciário, Jerrold Nadler, interrompeu: “Espero que isso não esteja carregado”.

Steube respondeu: “Estou na minha casa. Posso fazer o que quiser com minhas armas”.

Os democratas, que controlam a Câmara por uma margem pequena, pretendem colocar a “Lei de Proteção às nossas Crianças” em votação na Câmara na próxima semana, disse a presidente da Câmara, Nancy Pelosi.

O partido do presidente Joe Biden tem votos suficientes para passar a lei na Câmara, mas tem chances pequenas no Senado dividido em 50 a 50, no qual 60 votos são necessários para aprovar a maioria das legislações. Republicanos no Congresso são ferozes defensores dos direitos às armas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code