Republicano histórico, McCain não quer Donald Trump no seu funeral

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 6 de maio de 2018 as 19:10, por: CdB

McCain teria incluído entre os convidados do funeral o vice-mandatário Mike Pence, mas não o magnata republicano.

 

Por Redação, com Ansa – de Washington

 

O estado de saúde do senador republicano John McCain, 81 anos e vítima de um tumor no cérebro, é tão grave que os preparativos para seu funeral já estão em andamento.

McCain defende a intervenção armada dos EUA na Crimei
McCain defende a intervenção armada dos EUA na Crimei

E, segundo a imprensa norte-americana, o ex-candidato à Casa Branca não quer a presença do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na cerimônia.

O republicano teria incluído entre os convidados do funeral o vice-mandatário Mike Pence, mas não o magnata republicano.

Obama

Senador desde 1987, ele foi diagnosticado com glioblastoma, o mais comum e agressivo tipo de câncer cerebral.

McCain foi derrotado por Barack Obama nas eleições de 2008. Ele adota, no entanto, um tom crítico em relação a Trump; embora ambos pertençam ao mesmo partido.

Segundo a “CNN”, o senador teria pedido para o próprio Obama e o republicano George W. Bush realizarem seu elogio fúnebre.

Tenso

Desde a chegada à Casa Branca, a relação de McCain e Trump foi muito tensa, já que o influente senador não aprova muitas políticas de Trump e nem a sua maneira de conduzir as relações externas.

De acordo com o “New York Times”, McCain pediu para ser substituído no Senado por alguém de sua total confiança. Segundo o jornal, essa pessoa poderia ser a mulher do político, Cindy, que ocuparia o cargo até as eleições de novembro.