Em resposta ao protecionismo, Temer diz ser protecionista com a indústria

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços
Publicado terça-feira, 21 de agosto de 2018 as 16:33, por: CdB

Em discurso durante participação no Congresso Aço Brasil, na capital paulista, Temer afirmou também que a indústria siderúrgica demonstrará vigor dentro de um “novo ciclo de prosperidade” inaugurado no Brasil. Não ofereceu, no entanto, qualquer detalhe sobre tal demonstração, uma vez que o setor assiste à maior onda de falências da História republicana brasileira.

 

Por Redação – de São Paulo

 

Presidente de facto, Michel Temer (MDB) afirmou, nesta terça-feira, conhecer das dificuldades e compartilhar da preocupação com o protecionismo dos demais países do mundo, contra a indústria brasileira. Ele diz que é necessário sair em defesa do setor, em um ato também protecionista.

Michel Temer garante que não será candidato a qualquer cargo, em 2018
Michel Temer assumiu o governo no golpe de Estado, em maio de 2016

Em discurso durante participação no Congresso Aço Brasil, na capital paulista, Temer afirmou também que a indústria siderúrgica demonstrará vigor dentro de um “novo ciclo de prosperidade” inaugurado no Brasil. Não ofereceu, no entanto, qualquer detalhe sobre tal demonstração, uma vez que, desde maio de 2016, quando deflagrado o golpe de Estado, em curso, o setor assiste à maior onda de falências da História republicana brasileira.

O emedebista, novamente. faz um balanço positivo de reformas promovidas por seu governo. Entre elas, citou a reforma trabalhista, base do desemprego que assombra o país. E disse ter restaurado parte da confiança nas contas públicas com o fim da recessão econômica. Esta, no entanto, está presente em todos os indicadores macroeconômicos brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *