Revezamento da tocha terá público com máscara e distanciamento

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 16 de março de 2021 as 14:37, por: CdB

Os organizadores da Olimpíada de Tóquio pediram nesta terça-feira que os espectadores que acompanharem o revezamento da tocha nas ruas usem máscaras e pratiquem o distanciamento social para ajudar a evitar a disseminação do novo coronavírus.

Por Redação, com Reuters – de Tóquio

Os organizadores da Olimpíada de Tóquio pediram nesta terça-feira que os espectadores que acompanharem o revezamento da tocha nas ruas usem máscaras e pratiquem o distanciamento social para ajudar a evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19).

Evento começa em 25 de março e passará por 47 províncias do Japão

Eles também disseram que a equipe do revezamento da tocha precisa ter exames de coronavírus negativos para partir de Tóquio.

O evento de 121 dias deve começar no dia 25 de março no centro de treinamento J-Village, de Fukushima, uma preparação para o início dos Jogos em 23 de julho, que foram adiados em 2020 por causa do coronavírus.

– Não tem problema as pessoas assistirem na lateral das ruas, mas quando o fizerem, gostaríamos que praticassem o distanciamento social e evitassem multidões – disse o presidente-executivo da Tóquio 2020, Toshiro Muto, em uma coletiva de imprensa. “Queremos garantir um revezamento da tocha seguro não somente para os corredores, mas para as pessoas das comunidades locais que são gentis o suficiente para sediá-lo”.

Evento poliesportivo

Os organizadores têm a tarefa inédita de planejar o maior evento poliesportivo do mundo durante uma pandemia. Eles enfrentam decisões difíceis sobre a entrada de torcedores estrangeiros e a quantidade de espectadores nos locais de competição.

Ilustrando as complicações da organização da Olimpíada, a jogadora de futebol japonesa Nahomi Kawasumi disse que não participará do revezamento da tocha, já que no ano passado desistiu do evento devido à pandemia.