Rio adere à campanha Setembro Amarelo

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 10 de setembro de 2020 as 14:25, por: CdB

O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio foi lembrado nesta quinta-feira. A data pontua a campanha Setembro Amarelo, organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio foi lembrado nesta quinta-feira. A data pontua a campanha Setembro Amarelo, organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina. Para contribuir com o tema, as secretarias estaduais de Saúde, de Vitimados e de Educação estão fazendo ações diversas, como postagens nas redes sociais, lives e rodas de conversa virtuais sobre a prevenção do suicídio. As mensagens focam nos sinais de alerta, em como pedir ajuda e como ajudar quem precisa.

Governo do Estado adere à campanha Setembro Amarelo
Governo do Estado adere à campanha Setembro Amarelo

A Secretaria de Vitimados vem realizando uma série de lives com psicólogos e demais profissionais especializados no tema. O objetivo é sensibilizar a sociedade sobre a importância da saúde mental e do diálogo. As transmissões, que acontecem até o fim do mês, são realizadas sempre às 16h pelo Instagram da secretaria (@sevitrj). Entre os assuntos debatidos estão a prevenção do suicídio nas Polícias Militar e Civil; suicídio entre crianças e adolescentes; suicídio entre o público LGBTQIA+, o trabalho de ONGs na prevenção do suicídio e medidas de prevenção para o público geral. Há ainda previsão de outros temas, como a importância do combate ao suicídio, automutilação e violência contra as pessoas com deficiência.

– Não podemos focar apenas no limiar do suicídio, é preciso um trabalho de promoção de saúde mental, seja em que fase do sofrimento mental o indivíduo se encontre. Ao conversar por uma sessão, você já está fazendo um trabalho importantíssimo. Cada atendimento psicológico já é um trabalho de prevenção ao suicídio – conta o tenente-coronel Fernando Derenusson, psicólogo da Polícia Militar que participou de uma das lives.

O projeto

A Secretaria de Educação também está desenvolvendo ações para a campanha. Serão quatro encontros virtuais (dias 11, 17, 25/9 e 2/10) com profissionais que atuam na área de Saúde Mental. O projeto foi pensado e idealizado por grêmios estudantis da rede pública estadual. Nos encontros serão debatidos temas como ansiedade, depressão, autoestima, insegurança e medo. Também foi aberto um espaço para discutir sobre conflitos sociais e como potencializar ações de fortalecimento de vínculos sociais e familiares.

Já a Secretaria de Saúde vai dedicar a 6ª edição de seu boletim quinzenal, o Saúde Mental em Pauta, para falar sobre o assunto. A secretaria também realizará uma entrevista sobre as prevenções para o podcast Saiba Saúde, de sua autoria.

Números no Brasil e no mundo

Por ano, no Brasil, são registrados cerca de 12 mil suicídios.  No mundo, são mais de 1 milhão anualmente. É uma triste realidade que vem registrando cada vez mais casos, principalmente entre os jovens.

Cerca de 96,8% dos episódios são relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.