Rio faz Blitz da Vida no comércio e trânsito da Tijuca 

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 20 de agosto de 2020 as 14:32, por: CdB

Agentes de diversos órgãos municipais atuaram no bairro, o sétimo contemplado com o projeto que alia ações de ordenamento, acolhimento à população em situação de rua e demais medidas preventivas de combate à pandemia de covid-19.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), realizou, nesta semana, mais uma “Blitz da Vida”, desta vez na Tijuca, na Zona Norte. Na quarta-feira, agentes de diversos órgãos municipais atuaram pelo terceiro dia consecutivo no bairro, o sétimo contemplado com o projeto que alia ações de ordenamento, acolhimento à população em situação de rua e demais medidas preventivas de combate à pandemia de covid-19, como a distribuição de máscaras, em espaços públicos sensíveis a aglomerações durante a retomada.

Blitz da Vida fiscaliza salão de cabeleireiro na Tijuca
Blitz da Vida fiscaliza salão de cabeleireiro na Tijuca

Nos dois primeiros dias da operação, na segunda e terça-feira,, houve 52 atendimentos à população em situação de rua, e 20 inspeções sanitárias em diversos estabelecimentos (entre eles lanchonetes, hortifrútis e óticas), com quatro autuações: duas por ausência de insumos, como álcool em gel, e duas por falta de licenciamento sanitário. Cinco estabelecimentos também foram autuados por fiscais de atividades econômicas da Prefeitura. Já na fiscalização do comércio ambulante, foram aplicadas três multas, e apreendidos cinco bancos de plástico, uma mochila, artigos de armarinho, 15 óculos de sol, duas placas, e 15 quilos de frutas. No trânsito, foram registradas 62 infrações, com 22 veículos removidos por estacionamento irregular. Foram recolhidas ainda cerca de cinco toneladas de resíduos sólidos.

Até agora, o roteiro contemplou as praças Afonso Pena e Saens Pena, o entorno do Tijuca Off Shopping, a Rua Conde de Bonfim (entre as ruas do Matoso e Dr. Otávio Kelly), a Avenida Maracanã, e as ruas Uruguai, José Higino, Barão de Mesquita, Santo Afonso, São Francisco Xavier (entre a Mariz e Barros e o Largo da Segunda-Feira), Almirante Cóchrane e General Roca.

Balanço da Blitz

Em quatro semanas, de 21 julho a 14 de agosto, a “Blitz da Vida” passou por seis bairros: Centro; Copacabana, Ipanema e Leblon, na Zona Sul; e Campo Grande e Santa Cruz, na Zona Oeste. Resultado: 928 fiscalizações e orientações a estabelecimentos comerciais (461) e ambulantes (467). No trânsito, foram aplicadas 307 multas, entre elas 114 a veículos do transporte complementar (vans e kombis), com dois removidos, e 148 por estacionamento irregular, com 93 remoções. Também foram abordadas 457 pessoas em situação de rua, com 122 acolhimentos, e recolhidas mais 22 toneladas de resíduos sólidos.

Outros números

Desde o início das ações de combate à pandemia, em 18 de março, a Seop já integrou mais de 460 operações conjuntas em toda a cidade. Até 13 de agosto, foram fiscalizados 38.496 estabelecimentos, com 27.987 pontos comerciais fechados. Além disso, foram atendidas 11.221 ocorrências pelo Disk Aglomeração, que funciona com base em chamados à Central 1746.

Órgãos – Coordenadas pela Subsecretaria de Operação (Subop) da Seop, as ações contam, de acordo com a necessidade operacional, com efetivos da Guarda Municipal, e das coordenadorias de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), Especial de Transporte Complementar (CETC) e de Cuidado e Prevenção às Drogas (CPD), todas ligadas à pasta; Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano (da Secretaria Municipal de Fazenda); Subsecretaria de Vigilância Sanitária (da Secretaria Municipal de Saúde); Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos; Comlurb; e Polícia Militar.