Rio confirma dois casos de sarampo

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 9 de julho de 2018 as 16:27, por: CdB

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, as autoridades sanitárias da cidade do Rio ralizaram uma vacinação de bloqueio no dia 3 de julho

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

Dois pacientes do Rio de Janeiro tiveram diagnóstico de sarampo confirmados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), laboratório de referência do Ministério da Saúde. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pela Secretaria Estadual de Saúde.

Dois pacientes do Rio de Janeiro tiveram diagnóstico de sarampo confirmados pela Fundação Oswaldo Cruz

Os dois casos confirmados são alunos da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) , onde, até o final da semana passada, havia 13 casos suspeitos de sarampo. Esses estudantes participaram de um encontro com jovens de vários estados brasileiros na cidade de Petrópolis, na região serrana Fluminense.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, as autoridades sanitárias da cidade do Rio ralizaram uma vacinação de bloqueio no dia 3 de julho, na Faculdade de Direito, localizada no centro da capital fluminense.

A Secretaria de Saúde ressaltou que a proteção contra o sarampo faz parte das vacinas Tríplice Viral e Tetra Viral, disponíveis conforme calendário de vacinação do Ministério da Saúde para crianças entre 12 e 15 meses.

A cobertura vacinal contra a doença para crianças de 1 ano no estado é 95% . Devem ser vacinadas as crianças de até um ano e adultos de até 49 anos que não tenham sido imunizados. Aqueles que tomaram as duas doses da vacina não precisam tomar nova dose.

Mamógrafo Móvel

O mamógrafo móvel, unidade itinerante da Secretaria de Estado de Saúde, esteve em Volta Redonda no sábado e em seguida vai para Rio das Flores e Vassouras oferecendo exames de mamografia, ultrassonografia mamária e transvaginal.

O mamógrafo móvel voltou a funcionar no ano passado e já passou por municípios como Queimados, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, Paracambi, Japeri, Três Rios, Pinheiral, Barra do Pirái e Barra Mansa.

A meta é percorrer todas as regiões do estado para dar suporte aos municípios no diagnóstico precoce do câncer de mama. O atendimento de pacientes é feito prioritariamente por meio do encaminhamento das prefeituras. Para atendimento é necessário levar identidade, CPF, pedido médico, cartão do SUS e comprovante de residência. O funcionamento é das 8h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *