Rio: Forças Armadas fazem operação em rodovias e vias expressas

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 25 de janeiro de 2018 as 11:47, por: CdB

As Forças Armadas estão estabelecendo pontos de bloqueio, controle e fiscalização em vias que são usadas por contrabandistas de armas e de drogas e que são locais de roubos de carga

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

Militares do Exército, da Marinha e Aeronáutica fizeram nesta quinta-feira uma operação de abordagem a veículos em acessos a rodovias federais e em vias expressas do Rio de Janeiro.

Rio: Forças Armadas fazem operação em rodovias e vias expressas

As Forças Armadas estão estabelecendo pontos de bloqueio, controle e fiscalização em vias; que são usadas por contrabandistas de armas e de drogas e que são locais de roubos de carga.

As ações serão pontuais e de curta duração, o que significa; que os militares não ficarão muito tempo no mesmo lugar. Entre os locais que estão sendo alvo da ação das Forças Armadas estão a Avenida Brasil e o Arco Metropolitano.

Cerca de 3 mil militares das três forças foram mobilizados. A ação contou com apoio de veículos blindados e aeronaves. A ação está sendo coordenada a partir do Centro de Operações instalado no Comando Militar do Leste, no centro da cidade, em conjunto com a Secretaria Estadual de Segurança.

Operação

Policiais militares (PM) prenderam sete pessoas durante uma operação na comunidade da Cidade Alta, em Cordovil, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo informações da PM, o batalhão local (16º BPM, de Olaria) foi acionado devido a um tiroteio na comunidade, na noite do último domingo.

Durante a operação, além das prisões, os policiais apreenderam quatro fuzis e 11 granadas, além de carregadores de fuzil e munições. A ação prosseguiram nas comunidades da Cidade Alta e Pica Pau.

As prisões e apreensões foram encaminhadas para a Central de Garantias Norte, da Polícia Civil.

Secretário de Administração Penitenciária

O juiz titular da 7ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro, Eduardo Antônio Klausner, determinou o afastamento do secretário estadual de Administração Penitenciária, Erir Ribeiro Costa Filho. Também foram afastados cinco gestores do sistema prisional Fluminense.

Além do secretário, foram afastados o subsecretário adjunto de Gestão Operacional, Sauler Antonio Sakalen; o diretor da Penitenciária Pedrolino Werling de Oliveira (Bangu VIII), Alex Lima de Carvalho; o subdiretor da unidade, Fernando Lima de Farias; o diretor da Cadeia Pública José Frederico Marques, Fabio Ferraz Sodré, e o subdiretor da unidade, Nilton Cesar Vieira da Silva.

O afastamento foi pedido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro; que acusou os seis gestores de favorecer com tratamento diferenciado e regalias o ex-governador Sérgio Cabral; durante o período em; que esteve detido nas duas unidades prisionais.

Cabral foi transferido na semana passada para Curitiba, por determinação da Justiça Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *