Rio: homem que estava com ex-vereador na hora do crime é identificado

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 5 de agosto de 2022 as 12:49, por: CdB

De acordo com a Polícia Civil, a investigação ficará a cargo da Delegacia de Homicídios da Capital. Os agentes estão em diligências para identificar os autores do crime. No local, peritos da especializada encontraram 13 cápsulas de armas de grosso calibre.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O homem que estava de carro na tarde de quinta-feira com o ex-vereador e ex-policial civil Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho, foi identificado como Maurício Raul Atallah. Também baleado, Atallah foi levado por uma equipe do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Rocha Faria. Segundo os bombeiros, Maurício é empresário e tem cerca de 80 anos.

Empresário que acompanhava Jerominho também foi baleado

A Secretaria Municipal de Saúde informou que é grave o estado de saúde do empresário.

Jerominho foi morto com dois tiros de fuzil, um na perna e outro no tórax. Ele ainda chegou a ser levado para o Hospital Oeste D’Or, mas não resistiu aos ferimentos provocados pelos tiros.

Ação

O ex-vereador tinha acabado de estacionar seu carro em frente ao centro social que mantinha na Estrada Guandu Sapê. As câmeras de segurança instaladas na região mostram como tudo aconteceu.

O empresário já tinha descido do carro, do lado do carona, e esperava por Jerominho, que estava fechando o veículo. Ao sair do carro, de bermuda e chinelo, e com uma sacola na mão, o ex-vereador foi surpreendido por três homens vestidos de preto, camisas de manga comprida e de boné para dificultar a identificação. Os três saíram de um carro branco, disparando tiros de fuzil.

Jerominho foi atingido e caiu. O empresário também.

A ação durou menos de 1 minuto. O quarto homem, que dava cobertura à ação, ficou ao volante do carro usado para transportar os assassinos.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação ficará a cargo da Delegacia de Homicídios da Capital. Os agentes estão em diligências para identificar os autores do crime. No local, peritos da especializada encontraram 13 cápsulas de armas de grosso calibre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code