Rio: Justiça ouve testemunhas sobre assassinato do pastor Anderson

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 31 de outubro de 2019 as 11:57, por: CdB

O processo corre em segredo de Justiça e não foram divulgadas mais informações sobre a audiência.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A 3ª Vara Criminal de Niterói realizou na manhã desta quinta-feira a audiência de instrução do processo em que são réus dois filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusados de matar o ex-marido dela, o pastor Anderson do Carmo.

Justiça ouve testemunhas sobre assassinato do pastor Anderson
Justiça ouve testemunhas sobre assassinato do pastor Anderson

O processo corre em segredo de Justiça e não foram divulgadas mais informações sobre a audiência, à qual a imprensa não teve acesso. Também não serão divulgadas informações sobre o teor dos depoimentos.

Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos de Souza são réus no processo e já cumprem prisão preventiva, decretada pela mesma Vara Criminal.

O crime

O assassinato do pastor Anderson do Carmo aconteceu na casa do casal, em 16 de junho, após ele chegar de carro na companhia da mulher. Anderson foi atingido por tiros na garagem da casa, quando retornou ao carro para buscar algo que tinha esquecido.

O caso foi investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, que indiciou os dois filhos da deputada federal e ainda apura se há outros partícipes do crime.

Reconstituição

Em setembro, a Polícia Civil do Rio de Janeiro realizou entre a reconstituição do assassinato do pastor Anderson do Carmo, que era casado com a  deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

De acordo com a Secretaria de Polícia Civil, 13 pessoas participaram da reconstituição, que foi realizada na casa da família, onde ocorreu o crime. O procedimento se estendeu a madrugada e contou com a colaboração da parlamentar.

As investigações seguem em andamento na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.

Policiais estiveram, em quatro endereços da deputada e apreenderam celulares, computadores e documentos em busca de informações que possam ajudar a elucidar o crime.

Dois filhos do casal, Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos de Souza são réus no processo e cumprem prisão preventiva, decretada em agosto pela 3ª Vara Criminal de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *