Rio: polícia faz operação nos morros da Coroa e São Carlos

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 15 de junho de 2018 as 16:04, por: CdB

De acordo com a Polícia Militar, os tiros foram disparados na chegada dos policiais, porém não houve confronto. Até o momento, não houve informações sobre presos ou feridos na região

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro:

A PM fez uma operação nesta sexta-feira nos morros da Coroa, no Catumbi, e do São Carlos, no Estácio, ambos na região central do Rio de Janeiro. Este é o segundo dia consecutivo de incursões policiais na área.

A PM fez uma operação nesta sexta-feira nos morros da Coroa, no Catumbi, e do São Carlos, no Estácio, ambos na região central do Rio

Na quinta-feira, o conflito intenso assustou moradores e chegou a interditar a rua Itapiru, via de ligação entre os bairros do Catumbi e Rio Comprido.

Nesta sexta-feira houve tiroteio no local, motoristas que passavam pelo Túnel Santa Bárbara, que liga o bairro a Laranjeiras, na Zona Sul, se assustaram com o confronto e tentaram retornar na contramão da via.

O túnel fica próximo à favela da Coroa, onde homens do Batalhão de Choque fizeram uma nova operação.

De acordo com a Polícia Militar, os tiros foram disparados na chegada dos policiais, porém não houve confronto. Até o momento, não houve informações sobre presos ou feridos na região.

São Carlos

No morro do São Carlos, a operação foi conduzida por equipes do Bope (Batalhão de Operações Especiais), que também estiveram na favela no dia anterior.

Durante o conflito o comércio fechou as portas, houve correria e uma intensa troca de tiros. Um agente do Choque foi ferido na comunidade da Coroa. Ele foi socorrido e atendido no HCPM (Hospital Central da PM), no Estácio, e passa bem.

Em maio, os confrontos nos bairros do Catumbi e Estácio ficaram mais frequentes, quando uma facção rival tentou invadir o morro do São Carlos. De acordo com os moradores, traficantes disputam o controle da área e dos pontos de venda de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *