Rio+Seguro detém foragidos da Justiça com auxílio do sistema de reconhecimento facial

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 2 de setembro de 2019 as 14:40, por: CdB

Um dos presos era procurado por homicídio em Alagoas. Já são seis os capturados pelo programa por meio da tecnologia do Governo do Estado.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Um dos presos era procurado por homicídio em Alagoas. Já são seis os capturados pelo programa por meio da tecnologia do Governo do Estado

Um dos presos era procurado por homicídio em Alagoas
Agentes do programa da Prefeitura coordenado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) em apoio a segurança, Rio+Seguro, prenderam no domingo, dois foragidos da Justiça, em Copacabana.
Na primeira ocorrência, guardas municipais e policiais militares localizaram Marcelo Jorge Amaral, 74 anos, que era procurado pela Justiça de Alagoas por crime de homicídio qualificado. Ele foi reconhecido pelo sistema de identificação facial do Governo do Estado, que acionou uma patrulha do Rio+Seguro. Feita a abordagem, o acusado foi conduzido à 12ª DP (Copacabana).
Já Alex Almeida da Silva, 43 anos, estava foragido da Justiça por não pagar pensão alimentícia. Ele foi detido, no fim da tarde, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana após ser localizado pela tecnologia de monitoramento facial.
O acusado também foi encaminhado para a delegacia de Copacabana. Com estas prisões, já são 152 foragidos capturados pelo Rio+Seguro, programa da Prefeitura de apoio à Segurança Pública, sendo seis os detidos mediante identificação facial.

Flagrante

Durante patrulhamento de rotina, ainda no domingo, na orla de Copacabana, agentes do Rio+Seguro abordaram um casal que trafegava, de forma suspeita, em uma motocicleta sem placa.
Ao enviar informações do chassi foi constatado que o veículo era roubado. O casal foi encaminhado à 12ª DP, onde o condutor, Marco Antônio da Cruz Lemos, 22 anos, permaneceu preso.
Agentes da 59ª DP (Duque Caxias) realizaram, na semana passada, dois cumprimentos de mandado de prisão.
O primeiro foi de Rafael Domingos Vieira, conhecido como 2t, na comunidade do tuiuti, em São Cristóvão, pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e resistência qualificada.
O homem é integrante de uma facção criminosa e administrava a venda de drogas da Comunidade Parque Beira Mar, em Duque de Caxias.
O mandado de prisão foi expedido pela 3ª Vara Criminal de Duque de Caxias.

A segunda prisão foi de Wallace Gomes Coelho, conhecido como neguinho, capturado em Duque de Caxias por cometer o crime de homicídio.

Wallace é integrante de uma facção criminosa e atua na comunidade do piu piu, em Japeri, na Baixada Fluminense. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara de Japeri.
Os dois homens já estão à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *