Rio suspende cirurgias eletivas por causa da pandemia

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 18 de dezembro de 2020 as 11:56, por: CdB

Diante do aumento de casos de covid-19 na cidade, a prefeitura do Rio de Janeiro suspendeu, por tempo indeterminado, a realização de cirurgias eletivas na rede municipal de saúde.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Diante do aumento de casos de covid-19 na cidade, a prefeitura do Rio de Janeiro suspendeu, por tempo indeterminado, a realização de cirurgias eletivas na rede municipal de saúde. A medida entrou em vigor no dia 10 de dezembro, mas só foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial do município. Estão mantidos procedimentos de urgência e emergência e os relativos a tratamentos oncológicos e cardiovasculares.

Serão atendidos casos de urgência, oncológicos e cardiovasculares
Serão atendidos casos de urgência, oncológicos e cardiovasculares

De acordo com a resolução da Secretaria Municipal de Saúde, “os recursos humanos e materiais que serão liberados em razão da suspensão das cirurgias eletivas deverão ser direcionados para o enfrentamento da emergência de saúde pública em razão da pandemia de covid-19. Durante o período de vigência, não serão consideradas as metas contratuais de cirurgias eletivas.”

Rede municipal do Rio de Janeiro

As cirurgias eletivas foram suspensas na rede municipal do Rio de Janeiro em março, quando houve a necessidade de direcionar o atendimento aos casos de covid-19. A retomada dos procedimentos ocorreu no dia 18 de junho, quando o município passava pelo pico da pandemia, com cerca de mil novos casos 90 óbitos por dia na média móvel.

Agora, em dezembro, a cidade do Rio de Janeiro tem registrado mais de 900 casos e 40 óbitos por dia na média móvel, segundo os dados do Monitora Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Desde o início da pandemia, o município registrou poucas vezes menos de 300 casos novos por dia e menos de 30 óbitos.