Rio tem fevereiro com menor número de mortes violentas em 30 anos

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 22 de março de 2021 as 14:31, por: CdB

O Estado do Rio de Janeiro registrou em fevereiro deste ano o menor número de mortes violentas intencionais para o mês nos últimos 30 anos, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O Estado do Rio de Janeiro registrou em fevereiro deste ano o menor número de mortes violentas intencionais para o mês nos últimos 30 anos, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Pesquisa é do Instituto de Segurança Pública do Estado

De acordo com a pesquisa do órgão, vinculado ao governo estadual, houve 409 homicídios, latrocínios (roubo seguido de morte), lesões seguidas de morte e mortes provocadas por policiais.

Além de ter sido o menor número para o mês, também foi 18,5% inferior ao registrado em fevereiro de 2020.

Considerando-se apenas as mortes provocadas por policiais, foram observados 147 casos em fevereiro deste ano, 10% abaixo do mesmo período do ano passado.

Outros crimes com redução foram roubo de carga (351 casos ou 16% a menos que fevereiro de 2020), roubo de rua (6.282 casos ou 31% a menos) e roubo de veículo (2.172 casos ou 26% a menos).

Polícia prende integrante da Força Jovem do Vasco

Policiais civis da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São Gonçalo prenderam, nesta segunda-feira, um integrante da Força Jovem do Vasco acusado de envolvimento na morte de Carlos Afonso Oliveira Leite, torcedor do Flamengo. O crime aconteceu no dia 28 de outubro de 2017, em Niterói.

O acusado estava foragido há mais de dois anos e foi localizado na casa da namorada, no bairro Covanca, em  São Gonçalo, após monitoramento e um trabalho de inteligência. Contra ele foi cumprido mandado de prisão por homicídio e tentativa de homicídio.

Segundo as investigações, o autor e outros comparsas atiraram contra integrantes da Torcida Jovem do Flamengo. Carlos Afonso Oliveira Leite foi baleado e morreu dias depois. Na ocasião, outras duas pessoas foram feridas pelos disparos.

O acusado será encaminhado ao sistema prisional e ficará à disposição da Justiça.