Risco de contágio da covid-19 pode durar até outubro, prevê Covas

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Saúde, Últimas Notícias
Publicado sábado, 23 de maio de 2020 as 16:11, por: CdB

O Estado é o epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil. Segundo o coordenador do Centro de Contigência da covid-19, Divas Covas, a disseminação do vírus Sars-CoV-2 “provavelmente” vai durar até outubro, se os índices não melhorarem.

Por Redação – de São Paulo

O número de óbitos no Estado de São Paulo chegou a 6.045, neste sábado, após registrar 272 mortes em 24 horas. Ao todo, são 80.558 pessoas infectadas pelo vírus, segundo a Secretaria estadual de Saúde.

Divas Covas, diretor do Instituto Butantan, explica que o contágio se deve à quebras nas regras de distanciamento da população
Divas Covas, diretor do Instituto Butantan, explica que o contágio se deve à quebras nas regras de distanciamento da população

O Estado é o epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil. Segundo o coordenador do Centro de Contigência da covid-19, Divas Covas, a disseminação do vírus Sars-CoV-2 “provavelmente” vai durar até outubro, se os índices não melhorarem.

— Se nós tivéssemos um índice de isolamento superior a 70%, essa epidemia ela estaria sob controle. No ritmo atual, não estamos chegando a 55% como mostram as projeções médias, vamos dizer assim, essa epidemia vai se prolongar. Estamos aí num impasse. As medidas de isolamento social que já foram maiores lá no fim de março, começo de abril, hoje ainda estão muito aquém do que seria necessário para frear essa velocidade (de contágio do vírus) — concluiu.