Rodrigo Maia assume cargo na administração de Doria, para atuar no campo político

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 19 de agosto de 2021 as 14:34, por: CdB

Atualmente abrigada sob Planejamento e Gestão, a subsecretaria de Projetos e Ações Estratégicas subirá na hierarquia do Palácio dos Bandeirantes para conferir status de secretário ao deputado carioca Rodrigo Maia (DEM).

Por Redação – de São Paulo

O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumirá, nos próximos dias, um cargo no primeiro escalão do governo do Estado de São Paulo. Convidado diretamente por João Doria (PSDB), o parlamentar será secretário de Projetos e Ações Estratégicas, responsável pelas iniciativas  de desestatização, parcerias público-privadas (PPPs) e concessões em andamento no Estado.

Rodrigo Maia (DEM-RJ) credita possível aprovação da reforma da Previdência, em Plenário, à atuação dos parlamentares
Rodrigo Maia (DEM-RJ) atuará, politicamente, em favor da possível candidatura de João Doria a presidente, no ano que vem

Atualmente abrigada sob Planejamento e Gestão, a subsecretaria de Projetos e Ações Estratégicas subirá na hierarquia do Palácio dos Bandeirantes para conferir status de secretário a Rodrigo Maia.

Para além do caráter administrativo da função, no entanto, Maia terá a função de facilitar a interlocução do governador de São Paulo com políticos de outros Estados. Sua longa experiência como presidente da Câmara dos Deputados o credencia para o posto. Juntos, ambos buscam se fortalecer na tentativa de construir uma alternativa de “terceira via” para as eleições de 2022.

Oportunidade

Outra interface do cargo será com o setor produtivo e o mercado financeiro, dos quais Maia se aproximou por ter conduzido reformas importantes no Legislativo.

— A experiência do Rodrigo Maia à frente da Câmara fortaleceu nele a capacidade de dialogar com governos, sociedade civil e setor produtivo, com eficiência e credibilidade — afirmou Doria, a jornalistas.

Após ter deixado a presidência da Câmara, em fevereiro deste ano, Maia tem dividido seus esforços entre fazer oposição a Bolsonaro e buscar um novo partido, pois, após rompimento, foi expulso do DEM, onde construiu sua carreira.

O candidato de Maia a presidente da Câmara, Baleia Rossi (MDB-SP), foi derrotado por Arthur Lira (Progressistas-AL), apoiado por Bolsonaro. Maia foi traído por membros do DEM, inclusive por deputados ligados ao ex-prefeito ACM Neto, presidente do partido.

Em mais de uma oportunidade, Maia declarou que não medirá esforços para derrotar Bolsonaro nas urnas em 2022. Aos 51 anos, o deputado está em seu sexto mandato na Câmara. No Executivo, ele foi secretário de Governo da prefeitura do Rio, de 1997 a 1998.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code