Ronald Koeman negocia para deixar cargo na Holanda

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 18 de agosto de 2020 as 11:54, por: CdB

Ronald Koeman está em negociações para deixar seu cargo de técnico da Holanda para suceder Quique Setéen como técnico do Barcelona, disse o holandês a jornalistas nesta terça-feira.

Por Redação, com Reuters – de Amsterdã/Barcelona

Ronald Koeman está em negociações para deixar seu cargo de técnico da Holanda para suceder Quique Setéen como técnico do Barcelona, disse o holandês a jornalistas nesta terça-feira.

Técnico da seleção da Holanda, Ronald Koeman
Técnico da seleção da Holanda, Ronald Koeman

Koeman, que treina a seleção holandesa desde 2018 e a levou à qualificação para o Campeonato Europeu, adiado para o ano que vem, disse que deseja comandar o Barça, mas que ainda não havia fechado um acordo.

– Só é definitivo quando minha assinatura está no documento. Até então, não posso dizer nada, mesmo se quisesse – disse Koeman do lado de fora da sede da seleção holandesa.

O Barça demitiu Setién na segunda-feira, após apenas sete meses no cargo, quando o técnico de 61 anos se tornou a primeira vítima dos planos de reconstrução do clube, depois da derrota por 8 a 2 para o Bayern de Munique na Liga dos Campeões na semana passada.

Koeman é muito querido no Barça por sua carreira de jogador no time de grande sucesso de Johan Cruyff, conhecido como ‘Dream Team’, e por marcar o gol que garantiu a primeira Copa Europeia do clube em 1992.

Mais tarde, o zagueiro tornou-se auxiliar técnico do clube antes de embarcar numa carreira agitada como treinador principal, comandando as equipes holandesas Ajax Amsterdã, PSV Eindhoven e Feyenoord, mais os times ingleses Southampton e Everton, e o espanhol Valencia.

Barcelona demite Setién

O Barcelona demitiu o técnico Quique Setién e antecipou as eleições presidenciais para março de 2021, informou o clube na segunda-feira.

Setién, de 61 anos, foi anunciado em janeiro, depois de o clube ter dispensado o bicampeão espanhol Ernesto Valverde apesar de, na época, sua equipe liderar a classificação da liga espanhola pelo saldo de gols.

Depois que o Barça foi condenado à sua derrota mais dura nas competições europeias na sexta-feira, Setién foi demitido após apenas sete meses no cargo, deixando o clube sem nenhum troféu em uma temporada pela primeira vez em 12 anos.

O Barça terminou em segundo lugar na La Liga, atrás do campeão Real Madrid, e foi eliminado da Copa do Rei nas quartas de final pelo Athletic Bilbao.

“Essa é a primeira decisão dentro de uma reestruturação mais ampla da equipe principal, que será acordada entre o atual secretário técnico e o novo treinador, que será anunciado nos próximos dias”, acrescentou o comunicado do Barça sobre Setién.

De acordo com relatos da mídia espanhola, o técnico da Holanda e ex-zagueiro do Barça Ronald Koeman deve ser anunciado como sucessor de Setién.

O comunicado, que foi divulgado mais de nove horas depois que o presidente, Josep Maria Bartomeu, e os diretores começaram uma reunião de conselho, também mencionou que a diretoria do clube decidiu não convocar uma eleição de imediato após a derrota para o Bayern, como muitos torcedores e vozes influentes haviam demandado, mas sim antecipar o pleito para março de 2021.