Rua inaugurada na Barra receberá até 100 mil veículos

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 26 de julho de 2019 as 13:30, por: CdB

A nova via fica entre a Avenida Engenheiro Cezar Hermano Jordão Freire e a Avenida Ayrton Senna, passando ao lado do posto do Detran.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

O Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, inaugurou nesta sexta-feira, a Rua Rogério Zylbersztajn, na Barra da Tijuca, ao lado do Shopping Via Parque.

A nova Rua Rogério Zylbersztajn, aberta nesta sexta-feira, vai desafogar o trânsito na Barra da Tijuca

A nova via fica entre a Avenida Engenheiro Cezar Hermano Jordão Freire e a Avenida Ayrton Senna, passando ao lado do posto do Detran. Cálculos iniciais da CET-Rio indicam que a via receberá um fluxo entre 70 mil e 100 mil veículos por dia.

A abertura da rua faz parte do conjunto de obras de remodelação viária na Barra da Tijuca e é uma alternativa para minimizar os engarrafamentos em horários de pico dos veículos que seguem da Avenida das Américas para a Ayrton Senna, pela Avenida Juan Manoel Fangio ou via Cidade das Artes, em direção a Jacarepaguá e à Linha Amarela. Atualmente, as poucas opções existentes provocam engarrafamentos constantes.

– Nós temos todos os dias uma confusão danada na saída do trânsito da Barra da Tijuca.  As pessoas, às vezes, demoram uma hora pra chegar à Avenida das Américas. Essa obra, de R$ 2,5 milhões, vai beneficiar até 100 mil motoristas por dia. Eu estava convencido de que o destino, as circunstâncias, determinavam que era o nome de Rogério que tinha que estar aqui. Ele partiu, mas suas obras ficarão pra sempre. Cada pessoa, cada ambulância, cada mãe aflita querendo chegar em casa, cada trabalhador que pegar essa pista aqui para chegar em casa, vai estar prestando homenagem ao Rogério – disse Crivella.

O prefeito também estima que novos empreendimentos no futuro, no entorno da via, vão gerar mais desenvolvimento ainda à região. A Rua Rogério  Zylbersztajn ajudará também a desafogar o trânsito das ruas próximas ao Barrashopping e ao Via Parque, além dos condomínios da região.

A via tem 600 metros de extensão, com  duas faixas e duas calçadas, além de arborização e fiação da iluminação embutida (não aérea). A construção da rua atende a pedidos de moradores, que sempre reclamaram do trânsito na região.

Raikel Zylbersztajn, mãe de Rogério, se disse feliz com a homenagem.

– Justa lembrança, a quem tanto fez pelo desenvolvimento imobiliário do Rio. A família está grata por essa consideração com meu filho – comentou Raikel, que recebeu um buquê da primeira dama, Sylvia Jane.

– Flores são o que melhor expressam nossa gratidão por alguém que tanto amou o Rio – comentou Sylvia.

Representantes

Representantes da comunidade judaica no Rio também prestigiaram a inauguração, entre eles o rabino Yehoshua Binyomin Goldman, que agradeceu ao prefeito.

A nova via vai tirar 30% da quantidade de veículos procedentes da Via Parque, só no primeiro mês, chegando a 50% no mês seguinte.

– A medida que os aplicativos e o noticiário forem informando, a tendência é que o fluxo cresça – adiantou Cláudio Gomes, coordenador da CET-Rio

Em setembro, outra rua inaugurada na região

Em 19 de setembro do ano passado, o prefeito já havia inaugurado a ampliação da Avenida Jorge Curi, também na Barra da Tijuca. Com a construção do trecho, a via ganhou mais 500 metros, com pista duplicada, e passou a ligar as avenidas Ayrton Senna e Rachel de Queiroz.

O novo acesso atendeu a uma antiga reivindicação dos moradores, principalmente os da margem direita da Avenida da Américas (sentido Recreio), do Bosque da Barra e da Avenida Salvador Allende.

A novidade melhorou o trânsito e também reduziu o fluxo de veículos na grande rótula do Terminal Alvorada, conhecida como “Cebolão”. O ponto era tido como um dos principais gargalos do bairro.

Quem foi Rogério Zylbersztajn

O filantropo, engenheiro e empresário do setor da construção Rogério Jonas Zylbersztajn, que morreu em outubro do ano passado, aos 58 anos, também foi fundador,  conselheiro e diretor-geral da construtora RJZ Cyrela.

Seu nome foi um dos mais importantes para o desenvolvimento do mercado imobiliário no município. Zylbersztajn também teve destaque por conta de sua atuação em projetos filantrópicos perante à comunidade judaica e junto a organizações sociais.

Rogerinho, como era conhecido, deixou como legado, mais de um milhão de metros quadrados que sua RJZ Engenharia lançou na capital carioca. Ele foi ainda vice-presidente da Associação de Dirigentes do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro (Ademi-RJ) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *