Rumsfeld irá revisar contrato entre Força Aérea e a Boeing

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 26 de novembro de 2003 as 04:07, por: CdB

O secretário americano da Defesa, Donald Rumsfeld, disse na última terça-feira que revisará o polêmico contrato de 18 bilhões de dólares firmado entre a Força Aérea e a Boeing, em meio ao escândalo que sacode a gigante da aviação.

– Temos a obrigação de verificar se tudo foi feito pelas regras – declarou Rumsfeld ao comentar a possível suspensão do contrato, durante uma coletiva no Pentágono.

– Esta é exatamente a pergunta que fiz a meus colaboradores na manhã de hoje. A revisão será em benefício do departamento (de Defesa) e dos contribuintes – disse.

Rumsfeld pediu uma investigação sobre as condições do contrato negociado no final de 2001 para o leasing de 100 aviões comerciais da Boeing para a Força Aérea.

A Boeing anunciou na última segunda-feira a demissão de dois diretores da companhia, incluindo seu vice-presidente executivo, Mike Sears, por conduta imprópria.

As demissões estão ligadas à contratação da ex-funcionária do Pentágono Darleen Druyun para a vice-presidência e diretoria geral da divisão de Sistemas de Defesa e Mísseis da Boeing.

No Pentágono, Druyun era responsável pelas compras da Força Aérea e suspeita-se que tenha informado a Boeing sobre as condições oferecidas pela Airbus para o leasing dos 100 aviões.