Rússia decreta criação de Centro de Resposta Humanitária para Nagorno-Karabakh

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 13 de novembro de 2020 as 14:20, por: CdB

Presidente russo Vladimir Putin realizou nesta sexta-feira uma reunião sobre a resolução de questões humanitárias na região de Nagorno-Karabakh. Putin declarou que a questão da assistência ao regresso da população de Nagorno-Karabakh à vida pacífica é muito importante.

Por Redação, com Sputnik – de Moscou

Presidente russo Vladimir Putin realizou nesta sexta-feira uma reunião sobre a resolução de questões humanitárias na região de Nagorno-Karabakh.

Putin decreta criação de Centro de Resposta Humanitária para Nagorno-Karabakh
Putin decreta criação de Centro de Resposta Humanitária para Nagorno-Karabakh

Entre os participantes da reunião estavam o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, e Aleksandr Bortnikov, o diretor do Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia.

Putin declarou que a questão da assistência ao regresso da população de Nagorno-Karabakh à vida pacífica é muito importante.

– É muito importante e urgente a questão da assistência ao restabelecimento de uma vida normal e pacífica pela população afetada pelas operações militares na zona de conflito de Nagorno-Karabakh – disse.

Líderes da Armênia

Segundo ele, a declaração conjunta dos líderes da Armênia, Azerbaijão e Rússia sobre Nagorno-Karabakh permitiu pôr fim ao derramamento de sangue e estabilizar a situação na região.

Além disso, o chefe de Estado russo assinou um decreto relativo à criação de um Centro Interinstitucional de Resposta Humanitária para Nagorno-Karabakh.

“A fim de promover a resolução das questões humanitárias e reconstrução da infraestrutura civil em Nagorno-Karabakh, decreto a criação de um Centro Interinstitucional de Resposta Humanitária”, lê-se no documento publicado pelo serviço de imprensa do Kremlin.

Na última segunda-feira, os líderes da Rússia, Armênia e Azerbaijão emitiram uma declaração conjunta sobre o fim das hostilidades em Nagorno-Karabakh, uma trégua que teve início no dia 10 de novembro.

Como parte do acordo, a Rússia enviou forças de paz que para se posicionarem ao longo da linha de separação entre as partes beligerantes e no corredor de Lachin, que liga Nagorno-Karabakh à Armênia.