Rússia diz que sua segunda vacina contra coronavírus é 100% eficaz

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 19 de janeiro de 2021 as 09:59, por: CdB

EpiVacCorona é a segunda vacina desenvolvida na Rússia contra o novo coronavírus. A primeira, a Sputnik V, foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e registrada em 11 de agosto.

Por Redação, com Sputnik –  de Moscou

EpiVacCorona é a segunda vacina desenvolvida na Rússia contra o novo coronavírus. A primeira, a Sputnik V, foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e registrada em 11 de agosto.

Vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pelo Centro Estatal de Pesquisa de Virologia e Biotecnologia Vektor, localizado em Novossibirsk, na Rússia

O Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano da Rússia (Rospotrebnadzor) afirmou nesta terça-feira (19) que, com base nos resultados de testes clínicos, a segunda vacina russa contra a covid-19, a EpiVacCorona, é 100% eficaz.

“A eficácia da vacina é composta de sua eficácia imunológica e sua eficácia preventiva. Com base nos resultados da primeira e da segunda fase dos ensaios clínicos, a eficácia imunológica da vacina EpiVacCorona é de 100%”, lê-se no comunicado do Rospotrebnadzor.

EpiVacCorona

A EpiVacCorona, desenvolvida pelo Centro Estatal de Pesquisa de Virologia e Biotecnologia Vektor, com sede em Novossibirsk, foi registrada em 13 de outubro. A Rússia iniciou testes em massa da EpiVacCorona em novembro.

A primeira vacina contra o SARS-CoV-2 desenvolvida no país, a Sputnik V, segundo os dados publicados pela fabricante russa, sua taxa de eficácia, medida em três etapas diferentes de testes, superou 90% em cada uma delas. Além disso, tem 100% de eficácia contra casos graves de covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code