Rússia registrará segunda vacina até 15 de outubro

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 22 de setembro de 2020 as 14:05, por: CdB

O Rospotrebnadzor revelou no começo de setembro que todos os voluntários da primeira etapa de testes clínicos da vacina contra covid-19 desenvolvidos pelo centro Vektor desenvolveram anticorpos.

Por Redação, com Sputnik  – de Moscou

O Rospotrebnadzor revelou no começo de setembro que todos os voluntários da primeira etapa de testes clínicos da vacina contra covid-19 desenvolvidos pelo centro Vektor desenvolveram anticorpos.

Frascos rotulados como de vacina para covid-19
Frascos rotulados como de vacina para covid-19

O Ministério da Saúde da Rússia concluirá o registro da vacina contra covid-19 do Centro Vektor até 15 de outubro, afirmou o Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano da Rússia (Rospotrebnadzor) nesta terça-feira.

Espera-se que a vacina, chamada EpiVacCorona, passe por testes clínicos com cinco mil voluntários após ser registrada, divulgou a autoridade, acrescentando que será analisada em voluntários de mais de 60 anos.

Absolutamente segura

Na semana passada, o diretor do Departamento de Gripe e Doenças Zoonóticas do Centro Vektor afirmou que a vacina provou ser absolutamente segura, e salientou que a mesma não provê imunidade vitalícia, mas garante imunidade por no mínimo seis meses.

Quando registrada, a EpiVacCorona se tornará a segunda vacina russa contra o novo coronavírus depois da Sputnik V, que foi desenvolvida pelo Centro Gamaleya e registrada em agosto deste ano, se tornando a primeira vacina contra covid-19 a ganhar registro no mundo.