Samsung Display pede isenção de quarentena para engenheiros no Vietnã

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tablet & Celulares, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 12 de março de 2020 as 11:34, por: CdB

O Vietnã determinou uma quarentena de 14 dias para pessoas vindas da Coreia do Sul para conter a propagação do coronavírus, que já atingiu mais de 60 países.

Por Redação, com Reuters – de Seul/Dublin

A Samsung Display, fornecedora da Samsung Electronics e da Apple, pediu ao Vietnã que isente 700 engenheiros sul-coreanos de uma quarentena obrigatória, afirmando que eles precisam se preparar para a produção de telas de novos smartphones da companhia.

Samsung Display pede isenção de quarentena para 700 engenheiros no Vietnã
Samsung Display pede isenção de quarentena para 700 engenheiros no Vietnã

O Vietnã determinou uma quarentena de 14 dias para pessoas vindas da Coreia do Sul para conter a propagação do coronavírus, que já atingiu mais de 60 países. A Coreia do Sul registrou um dos maiores números de infecções fora da China.

Isso foi um golpe para empresas sul-coreanas, que são os maiores investidores estrangeiros no Vietnã. A Samsung Display opera uma fábrica no país, onde monta telas OLED usadas em smartphones produzidos da Samsung Electronics, Apple e Huawei.

“Nessa época do ano, a Samsung Display envia engenheiros da Coreia ao Vietnã para se prepararem para o lançamento de novos dispositivos programados para a segunda metade do ano”, disse uma pessoa familiarizada com o assunto à agência inglesa de notícias Reuters. “As restrições de viagem podem causar um revés para esse plano.”

Coreia do Sul

A Samsung Display está conversando com o governo vietnamita sobre a isenção da quarentena para seus engenheiros que viajam da Coreia do Sul se apresentarem exames médicos, acrescentou a pessoa.

O país do sudeste asiático é o principal mercado de exportação da Coreia do Sul e a quinta maior fonte de importações coreanas. Só a Samsung Electronics responde por 20% das exportações do Vietnã e produz mais da metade de seus smartphones lá.

Apple na Irlanda

Um funcionário da sede da Apple na Europa, na Irlanda, testou positivo para coronavírus. A empresa disse que está coordenando estreitamente com as autoridades locais de saúde e que sente que o risco para outras pessoas é baixo.

Em comunicado, a gigante da tecnologia disse que o funcionário está em isolamento.

“Como precaução, pedimos a alguns membros da nossa equipe que fiquem em casa enquanto trabalhamos com o governo para avaliar a situação.”

“Continuamos a desinfetar regularmente todos os nossos escritórios e lojas e tomaremos todas as precauções necessárias de acordo com as orientações das autoridades de saúde.”

A Apple é uma das maiores empregadoras multinacionais da Irlanda, com 6 mil funcionários. Até o momento, a Irlanda registrou 24 casos de infecção por coronavírus, depois que mais três foram identificados na segunda-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *