São Paulo muda horário de rodízio para período de restrição

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 10 de maio de 2021 as 11:42, por: CdB

 

A partir desta segunda-feira o rodízio municipal para veículos de passeio em São Pauloo, capital, passa a valer de segunda a sexta, das 21h às 5h do dia seguinte, de acordo com o final da placa, inclusive nos feriados. Já o rodízio para carros no horário tradicional das 7h às 10h e das 17h às 20h continua suspenso.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

A partir desta segunda-feira o rodízio municipal para veículos de passeio em São Pauloo, capital, passa a valer de segunda a sexta, das 21h às 5h do dia seguinte, de acordo com o final da placa, inclusive nos feriados. Já o rodízio para carros no horário tradicional das 7h às 10h e das 17h às 20h continua suspenso.

Medida visa reduzir circulação de veículos à noite

A alteração foi feita por conta da mudança do período de vigência do toque de restrição determinada pelo governo do estado. A medida, adotada desde o dia 22 de março, tem o objetivo de diminuir a circulação no horário noturno, acompanhando a restrição decretada pelo governo.

Para os veículos de passeio vale o final de placas 1 e 2, das 21h de segunda-feira às 5h de terça; 3 e 4, das 21h de terça-feira às 5h de quarta; 5 e 6, das 21h de quarta-feira às 5h de quinta; 7 e 8, das 21h de quinta-feira às 5h de sexta; 9 e 0, das 21h de sexta-feira às 5h de sábado.

Caminhões e demais restrições

Caminhões e demais restrições continuam seguindo as regras do rodízio municipal tradicional, das 7h às 10h e das 17h às 20h, de acordo com o final da placa. A Zona Azul e o horário das demais restrições existentes na cidade – Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF) – também continuam mantidos.

O não cumprimento das restrições acarreta infração média, com multa de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos no prontuário do motorista.

Vacinação

Começou nesta segunda-feira na cidade de São Paulo a vacinação das pessoas com Síndrome de Down, os pacientes renais em terapia substitutiva e as pessoas transplantadas imunossuprimidas. Serão imunizadas pessoas com 18 anos ou mais que se enquadrem nos três grupos.

Para receber a dose da vacina é necessário comparecer em um ponto de vacinação com um documento de identificação com preferência com o número do CPF. No caso dos pacientes renais e os transplantados imunossuprimidos é preciso uma declaração médica que comprove a condição.

Também estão sendo vacinadas as pessoas de 60 a 62 anos de idade.

Em toda a cidade há vacinas disponíveis nas 468 unidades básicas de saúde, em 17 Serviços de Atenção Especializada (SAEs) em três centros-escola.

As listas com endereços dos pontos de vacinação pode ser acessadas na página da Secrettaria Municipal de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code