Sargento da Polícia Militar é morto a tiros na Baixada Fluminense

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 as 11:39, por: CdB

Segundo informações da polícia, assaltantes atiraram contra o agente, roubaram seu veículo e fugiram. O policial chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Cabuçu, em Nova Iguaçu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Um sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro foi morto na manhã desta quarta-feira durante assalto na BR-465, a antiga Estrada Rio-São Paulo, na altura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Cristiano Nunes da Costa, de 44 anos, é o quinto policial militar morto por criminosos no Estado neste ano.

Um sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro foi morto na manhã desta quarta-feira durante assalto na BR-465

Segundo informações da polícia, assaltantes atiraram contra o agente, roubaram seu veículo e fugiram. O policial chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Cabuçu, em Nova Iguaçu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Cristiano Nunes da Costa estava na corporação desde 1998 e era lotado no 4º BPM (São Cristóvão). Ele deixa esposa e dois filhos.

PMs mortos

Cinco policiais militares foram assassinados em menos de quatro semanas no Rio. O agente Daniel Henrique Mariott foi morto em 5 de janeiro, na Linha Amarela, ao tentar impedir um assalto.

Menos de 48 horas depois, o soldado Miquéias Marinho Ribeiro, de 31 anos, foi assassinado a tiros em Japeri, na Baixada Fluminense. Já o cabo Rodrigo Marques Paiva morreu após ser baleado por criminosos enquanto lanchava em um trailer. O crime aconteceu no último dia 17, em Marambaia, em São Gonçalo.

O cabo Francisco Fernandes Souza, de 38 anos, também foi assassinado a tiros na madrugada da última quinta-feira , em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, quando saía de uma festa de aniversário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *