Seção da Grande Muralha da China desaba após terremoto 

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 10 de janeiro de 2022 as 12:39, por: CdB

Os tremores de terra ocorreram a uma profundidade de 10 km e tiveram uma magnitude de 6,6 pontos na escala Richter (escala que mede a intensidade de terremotos), segundo dados do Centro Sismológico Euro-Mediterrânico.

Por Redação, com Sputnik – de Pequim

O terremoto ocorreu em uma área pouco povoada, mas nove pessoas ficaram feridas.

Seção da Grande Muralha da China desaba após terremoto no noroeste do país

Uma seção da Grande Muralha da China desabou no noroeste do país devido a um terremoto que ocorreu no início de sábado na província de Qinghai, de acordo com Global Times.

Após o terremoto, dois metros da antiga fortificação no condado de Shandan, província de Gansu, a 114 km do epicentro registrado no condado de Menyuan, desabaram.

Os especialistas ergueram estruturas de suporte e iniciaram as obras de restauro da muralha da época da dinastia Ming (1368-1644).

Tremores de terra

Os tremores de terra ocorreram a uma profundidade de 10 km e tiveram uma magnitude de 6,6 pontos na escala Richter (escala que mede a intensidade de terremotos), segundo dados do Centro Sismológico Euro-Mediterrânico.

Embora o epicentro tenha sido em uma área pouco povoada, um total de 217 casas foram danificadas, bem como partes de estradas locais, pontes e canos de abastecimento de água, segundo a Xinhua.

Além disso, nove pessoas ficaram feridas e oito delas já tiveram alta após receberem assistência médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *