Secretário de Defesa dos EUA busca reconciliação no Afeganistão

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 7 de setembro de 2018 as 11:21, por: CdB

Os EUA retiveram US$ 800 milhões de ajuda militar ao Paquistão neste ano, acusando Islamabad de fazer vista grossa ou ajudar o Talebã afegão e combatentes da rede Haqqani que realizaram ataques no Afeganistão

Por Redação, com Reuters – de Washington/Cabul

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis, encontrou-se com o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, durante uma visita sem anúncio prévio a Cabul nesta sexta-feira para debater as perspectivas de conversas de paz com o Talebã e a deterioração da segurança antes das próximas eleições.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jim Mattis

Mattis estava acompanhado do general da Marinha Joseph Dunford, chefe do Estado-Maior Conjunto, que no início da semana foi a Islamabad com o secretário de Estado, Mike Pompeo, com a missão de remendar as relações tensas com o novo governo paquistanês.

Os EUA retiveram US$ 800 milhões de ajuda militar ao Paquistão neste ano, acusando Islamabad de fazer vista grossa ou ajudar o Talebã afegão e combatentes da rede Haqqani que realizaram ataques no Afeganistão. O Paquistão nega tê-lo feito.

Já dura um ano a tentativa norte-americana mais recente para aumentar a pressão sobre o Talebã intensificando ataques aéreos e enviando milhares de tropas adicionais para treinarem e aconselharem as Forças Nacionais de Defesa e Segurança Afegãs (ANDSF).

Ao se reunirem com Ghani em seu palácio presidencial, as autoridades dos EUA debateram o progresso rumo ao encerramento da guerra de 17 anos, que se tornou o conflito mais longo dos EUA.

– Eles debateram o processo de paz, o impacto positivo da estratégia para o sul da Ásia, reformas na ANDSF, as próximas eleições parlamentares e presidenciais, o contraterrorismo e o diálogo com o Paquistão – disse o porta-voz oficial de Ghani em um tuíte após a reunião.

Mattis e Dunford também se encontraram com o general do Exército norte-americano Scott Miller, que assumiu o comando das forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão no domingo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *