Segurança é intensificada às vésperas de imperador abdicar no Japão

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 29 de abril de 2019 as 11:02, por: CdB

A nova era começa na quarta-feira, quando o príncipe Naruhito assumirá o Trono de Crisântemo, um dia depois da abdicação de seu pai, o imperador Akihito, que encerrará a era Heisei, que durou 31 anos.

Por Redação, com Reuters – de Tóquio

Mergulhadores atuavam no entorno do Palácio Imperial e policiais com cães farejadores vasculhavam arbustos nesta segunda-feira em um momento que as autoridades aumentavam a segurança para o início da nova era imperial “Reiwa” no Japão.

Policiais fazem guarda em posto de controle em frente ao Palácio Imperial em Tóquio

A nova era começa na quarta-feira, quando o príncipe Naruhito assumirá o Trono de Crisântemo, um dia depois da abdicação de seu pai, o imperador Akihito, que encerrará a era Heisei, que durou 31 anos.

A polícia aumentou a segurança no Palácio Imperial, uma área de 115 hectares que é a casa do imperador e da imperatriz e fica localizada no coração de Tóquio.

Autoridades checavam arbustos com bastões de metal em busca de objetos escondidos, enquanto cães farejavam os arredores. Mergulhadores checavam a água no fosso ao redor do palácio.

O acesso do público à praça em frente ao palácio será restrito durante as cerimônias de abdicação e de ascensão.

A segurança também será rígida na residência de Naruhito, na propriedade imperial de Akasaka, disse uma autoridade policial.

– Vamos aprimorar a segurança para evitar que comportamento ilegal, incluindo atos terroristas, aconteçam perto do palácio e da propriedade imperial de Akasaka, assim como nas ruas de acesso – disse a autoridade que pediu para não ter o nome revelado por não ser autorizada a falar com a imprensa.

A agência de notícias Kyodo disse que milhares de policiais farão a segurança das cerimônias e de uma aparição pública do novo imperador na quinta-feira, quando multidões gigantescas são esperadas.

– Percebo que há mais policiais hoje. Vejo muito mais pessoas que o comum – disse Mariko Hiratsuka, 36, que pratica corrida ao redor do palácio numa vez por semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *