Sereno mas indignado, Lula entrega o passaporte após sua condenação

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 26 de janeiro de 2018 as 16:24, por: CdB

Condenado sem provas em tribunal, ex-presidente Lula é impedido de discursar em evento internacional; a convite da agência da ONU para Agricultura e Alimentação.

 

Por Redação – de Porto Alegre e São Paulo

 

Advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin Martins disse a jornalistas, nesta sexta-feira, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está “sereno”. Mas percebe uma “evidente indignação” em relação à apreensão de seu passaporte. Lula viajaria nesta sexta-feira à Etiópia, onde participaria de um evento da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO); para discutir o combate à fome no mundo.

Lula está prestes a enfrentar um dos momentos mais graves de sua carreira política
Lula enfrenta um dos momentos mais graves de sua carreira política; após ser condenado, mesmo sem provas

Zanin entregou o passaporte de Lula à Polícia Federal, nesta manhã, na capital paulista, por determinação do juiz federal Ricardo Leite, de Brasília; no âmbito da Operação Zelotes.

— O ex-presidente Lula está sereno, mas existe evidentemente a indignação de todo cidadão que passa por uma restrição indevida dos seus direitos — disse Zanin.

Arbítrio

Lula viajaria a convite da União Africana, que reúne 54 países, e seu retorno ao Brasil estava previsto para o dia 29 deste mês.

— Era um evento importante, era muito relevante que o Brasil pudesse participar dessa discussão através da presença do ex-presidente Lula. Já havia participado do mesmo evento há cinco anos — pontuou Zanin.

Para a deputada estadual e candidata à Presidência da República Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) há uma evidente perseguição judicial a Lula, condenado sem provas tanto pelo juiz Sergio Moro, na Primeira Instância, como pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-IV), este último com sede em Porto Alegre, no processo envolvendo o triplex no Guarujá. O petista também teve o passaporte apreendido e, como consequência, teve de cancelar sua viagem à Etiópia.

“O arbítrio parece não ter fim. Vamos denunciar essa perseguição que não cessa, aqui e para o resto do mundo. Temer foi a Davos e ficou do tamanho que tem: minúsculo. Lula para a Etiópia para mostrar o tamanho que o Brasil pode ter”, disse a parlamentar, em sua conta em uma rede social.

Irrelevante

No Fórum Econômico Mundial, em Davos, o ex-economista-chefe do Bradesco Octavio de Barros fez um resumo do que viu:

“Esse é o meu sexto Davos consecutivo: nunca tinha visto o Brasil tão irrelevante e desinteressante na visão da comunidade internacional. Nesse momento, o Brasil é inexiste para o mundo que decide”.

Enquanto Temer vê o golpe fazer água, com desemprego crescente e rejeição superior a 90%, o ex-presidente Lula é líder absoluto em todas as pesquisas eleitorais. Mesmo condenado sem provas e com passaporte apreendido, o líder petista segue como ícone brasileiro no exterior. Em tempo: o juiz substituto Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, que determinou a apreensão do passaporte de Lula, foi denunciado no âmbito da Operação Zelotes.

Juiz suspeito

A Corregedora Nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, determinou em agosto de 2015 a notificação do magistrado. Ele indeferiu os pedidos de prisão temporária de 26 investigados. Também não concedeu a prorrogação do monitoramento das escutas telefônicas e de e-mail dos envolvidos. Se não bastasse, o juiz determinou o sigilo das investigações; pois, segundo ele, “provocaria desnecessária exposição da intimidade dos investigados perante os meios de comunicação”.

Em maio do mesmo ano; a Corregedoria do Tribunal Regional Federal da 1ª região já havia acatado representação do Ministério Público Federal contra o magistrado. Dados do Portal da Transparência revelam que, em 2014, a 10ª Vara Federal do DF – que está sob responsabilidade de Ricardo Leite – teve 499 processos julgados; enquanto, no mesmo período, a 12ª Vara teve 1.537, número três vezes superior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *