Servidores anunciam greve e exigem renúncia do presidente da Funai

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado domingo, 19 de junho de 2022 as 14:10, por: CdB

Os servidores também exigem a saída imediata do presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier da Silva, segundo nota divulgada pela INA, em suas redes sociais. Para a associação, Xavier “vem promovendo uma gestão anti-indígena e anti-indigenista na instituição”.

Por Redação – de Brasília

Servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) entrarão em greve na próxima quinta-feira, a partir das 10h, em todas as unidades dos Estados e no Distrito Federal. O anúncio, neste domingo, pela associação de servidores da fundação Indigenistas Associados (INA), manifestou ainda “profunda tristeza e indignação pelo assassinato bárbaro” do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips; além de exigir a identificação e responsabilização de todos os culpados.

Funcionários da Funai protestam
Funcionários da Funai protestam em Brasília e pedem a demissão imediata do presidente da instituição federal

Os servidores também exigem a saída imediata do presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier da Silva, segundo nota divulgada pela INA, em suas redes sociais. Para a associação, Xavier “vem promovendo uma gestão anti-indígena e anti-indigenista na instituição”.

Ato Nacional

“Por uma Funai indigenista e para os povos indígenas! Pela proteção das/os indigenistas, dos Povos Indígenas e de suas lideranças, organizações e territórios! Convidamos as/os parceiras/os indígenas, indigenistas e da sociedade em geral para o Ato Nacional de Greve da Funai!”, diz o comunicado.

Procurada pela reportagem do Correio do Brasil, na manhã deste domingo, a Funai não se manifestou, ainda, sobre a greve de seus funcionários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code