Seul envia atletas para treinamento conjunto em estação de esqui norte-coreana

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 31 de janeiro de 2018 as 13:16, por: CdB

A delegação sul-coreana, que conta com cerca de 30 atletas, embarcou em um voo fretado da Asiana Airlines no Aeroporto Internacional Yangyang

Por Redação, com Reuters – de Seul

A Coreia do Sul iniciou um programa de treinamento conjunto na estação de esqui norte-coreana de Masikryong nesta quarta-feira, conforme planejado inicialmente, informou o Ministério da Unificação sul-coreano, e uma delegação de 45 pessoas fará a viagem de dois dias.

A Coreia do Sul iniciou um programa de treinamento conjunto na estação de esqui norte-coreana de Masikryong

A delegação sul-coreana, que conta com cerca de 30 atletas, embarcou em um voo fretado da Asiana Airlines no Aeroporto Internacional Yangyang; no nordeste da Coreia do Sul, rumo ao Aeroporto Kalma de Wonsan, disse o ministério.

O voo foi fretado para não criar um conflito com as sanções atualmente impostas pelos Estados Unidos à Coreia do Norte; disse o porta-voz Baik Tae-hyun em um boletim à imprensa.

Baik não soube dizer como a Asiana foi selecionada para o voo fretado.

De acordo com as sanções norte-americanas unilaterais a Pyongyang; nenhum navio ou aeronave pode visitar os EUA durante um período de 180 dias depois de ir para a Coreia do Norte.

– Foram feitas negociações (com os EUA) para evitar um conflito; com as sanções só para esta ocasião – disse Baik, acrescentando que Washington deu seu consentimento ao voo nesta quarta-feira.

Na volta para casa, a delegação sul-coreana será acompanhada pelos norte-coreanos; que visitarão o vizinho do sul para se prepararem para a Olimpíada de Inverno de Pyeongchang; que começa em 9 de fevereiro.

Coreia do Norte

A Coreia do Norte cancelou uma apresentação cultural conjunta com a Coreia do Sul agendada para o dia 4 de fevereiro culpando a mídia sul-coreana por encorajar um sentimento público “insultante” contra Pyongyang; disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul, nesta segunda-feira.

A Coreia do Norte disse que não teve escolha a não ser cancelar a apresentação; que aconteceria no território norte-coreano do Monte Kumgang; uma vez que a mídia sul-coreana continuava a insultar o que Pyongyang chamou de medidas “sinceras” em relação à Olimpíada de Inverno de Pyeongchang, disse o ministério.

No início de janeiro, as duas Coreias iniciaram raras conversas para levar norte-coreanos à Olimpíada depois; que o líder norte-coreano, Kim Jong Un, disse estar disposto a começar discussões com Seul.

Seul e Pyongyang estavam discutindo os últimos detalhes da apresentação conjunta. Também estavam discutindo um outro show na Coreia do Sul; por uma orquestra norte-coreana, e o envio de atletas sul-coreanos para treinar em um resort de ski na Coreia do Norte.

Seul disse que a decisão norte-coreana de cancelar a apresentação é “muito lamentável”; e enfatizou que Pyongyang deveria manter todos os acordos fechados com a Coreia do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *