Seul espera estabilidade política após captura de Saddam

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 15 de dezembro de 2003 as 03:50, por: CdB

O ministro dos Assuntos Exteriores da Coréia do Sul, Yoon Young Kwan, disse, nesta segunda-feira, que a captura do presidente deposto do Iraque Saddam Hussein servirá para consolidar a estabilidade política do país árabe e acelerar sua reconstrução.

Em uma conversa por telefone com seu colega americano, Colin Powell, o chanceler sul-coreano qualificou a detenção como uma ‘vitória importante das forças multinacionais’ e garantiu que seu Governo trabalha para concluir os procedimentos necessários para o envio de um contingente militar ao Iraque.

Em uma comunicação oficial, o Ministério sul-coreano deu as boas-vindas à detenção de Saddam Hussein e manifestou sua esperança de que se consiga a paz no Iraque.

O Governo sul-coreano mantém sua decisão de posicionar tropas no Iraque, para o alcance da paz e a reconstrução do país, e pretende enviar o terceiro grupo de inspetores para avaliar a situação desse país antes de realizar a transferência do contingente, segundo a agência sul-coreana de notícias Yonhap.

Sobre este assunto, o presidente sul-coreano, Roh Moo Hyun, pediu, no último domingo, aos líderes políticos do país seu consenso para o envio dos 3.000 soldados ao território iraquiano.

Um porta-voz do Governo avaliou que a detenção de Saddam Hussein pode diminuir os temores dos sul-coreanos em relação ao envio das tropas nacionais àquele país árabe.