Seul aprova teste em humanos de remédio de anticorpos contra covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Saúde, Últimas Notícias, Vida & Estilo
Publicado sexta-feira, 17 de julho de 2020 as 10:09, por: CdB

A Coreia do Sul aprovou nesta sexta-feira um teste clínico de estágio inicial do tratamento experimental contra covid-19 da Celltrion Inc, o que faz dele o primeiro remédio de anticorpos do país a ser testado em humanos.

Por Redação, com Reuters – de Seul

A Coreia do Sul aprovou nesta sexta-feira um teste clínico de estágio inicial do tratamento experimental contra covid-19 da Celltrion Inc, o que faz dele o primeiro remédio de anticorpos do país a ser testado em humanos.

Logo da Celltrion na sede da empresa em Incheon, na Coreia do Sul
Logo da Celltrion na sede da empresa em Incheon, na Coreia do Sul

Farmacêuticas de todo o mundo estão correndo para desenvolver vacinas e tratamentos contra a doença semelhante à gripe causada pelo novo coronavírus, que já infectou quase 14 milhões de pessoas e matou mais de 580 mil em todo o mundo.

O tratamento de anticorpos da Celltrion ataca a superfície do vírus e foi concebido para impedi-lo de se unir a células humanas.

A empresa pretende recrutar 32 voluntários saudáveis em colaboração com um hospital local para um estudo de Fase 1 do remédio, que demonstrou uma redução de até 100 vezes da carga viral em testes com animais.

A Celltrion

A Celltrion disse que testes de seu tratamento em humanos feitos no exterior começarão em breve em toda a Europa, incluindo o Reino Unido, e serão seguidos por testes globais de Fase 2 e 3 em pacientes com sintomas brandos e moderados.

Ela prevê resultados iniciais destes estudos até o final do ano, e pretende comercializar o remédio no início de 2021.

– Nossos testes em humanos são realizados globalmente, por isso com certeza poderemos exportar, mas o ofereceremos a pacientes estrangeiros somente depois de garantir suprimentos para a Coreia do Sul – disse Kee Woo-sung, presidente-executivo da empresa, à agência inglesa de notícias Reuters.

Seu tratamento de anticorpos foi desenvolvido depois de ser identificado em uma amostra de sangue coletada de um dos primeiros sul-coreanos que se recuperaram da covid-19 em fevereiro.

As farmacêuticas

Ele disse que as farmacêuticas deveriam tornar os preços de seus tratamentos contra covid-19 acessíveis para ajudar a acabar com a pandemia, acrescentando que seu remédio será mais barato do que o remdesivir, medicamento antiviral da Gilead Sciences Inc.

Em junho, a Gilead estimou o preço do remdesivir como tratamento contra covid-19 em 2.340 dólares por paciente em nações desenvolvidas.

Entre as outras empresas que desenvolvem possíveis tratamentos contra covid-19 estão Eli Lilly and Co, Regeneron Pharmaceuticals Inc e AbbVie.