Sky Sports fecha acordo de quase 600 milhões de libras na Inglaterra

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 20 de novembro de 2018 as 13:22, por: CdB

Além disso, a Sky Sports terá o direito de exibir exibir todos os jogos dos chamados playoffs, fase realizada após o término dos campeonatos, que definem os últimos acessos destas competições.

Por Redação, com EFE – de Londres

A Sky Sports chegou a acordo de 595 milhões de libras (R$ 2,86 bilhões) pelos direitos de transmissão de competições da EFL, que organiza da segunda até a quarta divisão do Campeonato Inglês, segundo confirmou a própria emissora.

A Sky Sports chegou a acordo de 595 milhões de libras (R$ 2,86 bilhões) pelos direitos de transmissão de competições da EFL

O contrato representa um aumento de 35% no montante, com respeito ao vínculo anterior. Ao todo, serão exibidas 138 jogos das chamadas Championship, League One e League Two, que se referem da segunda a quarta divisões, respectivamente, número que poderá subir para 158 nos dois últimos anos do acordo, que terminará em 2024.

Além disso, a Sky Sports terá o direito de exibir exibir todos os jogos dos chamados playoffs, fase realizada após o término dos campeonatos, que definem os últimos acessos destas competições.

O contrato também engloba a final da Copa da Liga, além das semifinais e decisão do Troféu EFL, que inclui os participantes da terceira e quarta divisões, e mais equipes sub-20 de clubes dos dois primeiros níveis do Inglês.

De acordo com a BBC, o novo vínculo desagradou dirigentes de integrantes históricos da segunda divisão, como Derby County, Leeds United e Aston Villa, pela cota recebida.

A partir do fechamento do acordo, o dinheiro é dividido entre os 72 times dos três níveis do futebol inglês, proporcionalmente, de acordo com a divisão que participa.

Austrália passa pelo Líbano em amistoso

A seleção australiana venceu nesta terça-feira o Líbano por 3 a 0, em amistoso disputado no ANZ Stadium, em Sydney, que marcou a despedida do veterano meia-atacante Tim Cahill dos ‘Socceroos’.

O jogador, de 38 anos, entrou em campo aos 37 minutos do segundo tempo, substituindo o meia Aaron Mooy. As mais de 33 mil pessoas que estavam nas arquibancadas, ovacionaram o histórico craque.

Cahill foi o primeiro jogador australiano a marcar gol em Copa do Mundo, em 2006, na Alemanha. Posteriormente, voltou a balançar a rede na África do Sul, em 2010, e no Brasil, em 2014. Além disso, o meia-atacante ainda disputou o torneio na Rússia, neste ano.

Hoje, o veterano chegou a 108 jogos com a camisa dos ‘Socceroos’.

Na partida disputada em Sydney, o meia-atacante Martin Boyle marcou duas vezes, aos 19 e aos 41 do primeiro tempo. Já o atacante Mathew Leckie deu números finais ao placar, balançando a rede aos 23 da etapa complementar.

Ainda nesta terça-feira, a Coreia do Sul, do técnico português Paulo Bento, ex-Cruzeiro, goleou o Uzbequistão por 4 a 0, jogando em Brisbane, na Austrália, também em amistoso preparatório para a próxima edição da Copa da Ásia, que acontecerá no próximo ano.

O meia Nam Tae-Hee, o atacante Hwang Ui-jo, o meia Moon Seon-min e o atacante Suk Hyun-jun marcaram os gols da partida.

A seleção do Japão também mostrou faro artilheiro afiado e passou pelo Quirguistão por 4 a 0, no Estádio de Toyota. O lateral-esquerdo Ryosuke Yamanaka, o meia Genki Haraguchi, e os atacantes Yuya Osako e Shoya Nakajima foram os artilheiros dos anfitriões.

Ainda nesta manhã, China e Palestina ficaram no empate em 1 a 1, em amistoso disputado no Estádio Nacional de Pequim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *