Sobe número de mortos por explosão de oleoduto no México

Arquivado em: América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019 as 14:02, por: CdB

Após duas horas, e apesar da presença do exército, que pouco pôde fazer para controlar as centenas de pessoas que se aproximaram para roubar o combustível, houve uma forte explosão.

Por Redação, com EFE – da Cidade do México

O número de mortos em decorrência da explosão ocorrida no dia 18 de janeiro em um oleoduto sabotado em Tlahuelilpan, no Estado mexicano de Hidalgo, subiu para 128, depois que o governo local informou sobre uma nova morte.

Sobe para 128 número de mortos por explosão de oleoduto no México

Naa quarta-feira o Instituto Mexicano do Seguro Social (IMSS) detalhou que um dos feridos que estava sendo atendido na Unidade Médica de Alta Especialidade em Magdalena Salinas, no norte da capital mexicana, morreu durante a madrugada.

O IMSS acrescentou que neste hospital ainda estão em tratamento dois feridos pela explosão. No total, 19 pessoas continuam internadas em diversos hospitais da Cidade do México e uma em Hidalgo.

No último dia 18, um grupo de habitantes do município de Tlahuelilpan rompeu um oleoduto e começou a retirar gasolina de uma forma muito rudimentar.

Após duas horas, e apesar da presença do exército, que pouco pôde fazer para controlar as centenas de pessoas que se aproximaram para roubar o combustível, houve uma forte explosão.

Desde que chegou ao poder, em 1º de dezembro do ano passado, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, começou a combater o roubo de hidrocarbonetos, crime que que há anos gera perdas milionárias para a companhia estatal Petróleos Mexicanos (Pemex).

Segundo fontes oficiais, os prejuízos da Pemex chegaram a 65 bilhões de pesos mexicanos (cerca de US$ 3,4 bilhões) somente em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *