Sombra será julgado como mandante no caso Celso Daniel

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 10 de dezembro de 2003 as 18:46, por: CdB

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público contra o empresário Sérgio Gomes da Silva no processo em que é acusado de ser o mandante do assassinato do prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel (PT), em janeiro de 2002. Na decisão, o juiz da 1ª Vara do Fórum de Itapecirica da Serra (SP), Luiz Fernado Migliori Prestes, manteve o segredo de Justiça do processo. Com isso, a data para interrogatório dos réus não foi revelada.

Segundo a acusação, o empresário, conhecido como Sombra, contratou várias pessoas que encenaram um seqüestro para mascarar o homicídio. Ele teria mandado matar Celso Daniel porque o prefeito se opunha ao esquema de corrupção montado pelo empresário na prefeitura petista.

Foi também recebida a denúncia contra sete outros acusados de participação no crime que responderão por homicídio duplamente qualificado. São eles, Ivan Rodrigues da Silva, José Edson da Silva, Itamar Messias Silva dos Santos, Rodolfo Rodrigo dos Santos Oliveira, Elcyd Oliveira Brito, Marcos Roberto Bispo dos Santos e José Erivan Aleixo da Silva.