SP registra mais de 25 mil mortes pelo coronavírus

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 8 de agosto de 2020 as 16:34, por: CdB

O Estado de São Paulo registra 25.016 óbitos e 621.731 casos confirmados do novo coronavírus (covid-19), de acordo com o mais recente boletim, divulgado na tarde deste sábado. Entre o total de casos diagnosticados de covid-19, 397.653 pessoas estão recuperadas.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

O Estado de São Paulo registra 25.016 óbitos e 621.731 casos confirmados do novo coronavírus (covid-19), de acordo com o mais recente boletim, divulgado na tarde deste sábado. Entre o total de casos diagnosticados de covid-19, 397.653 pessoas estão recuperadas, sendo que 75.806 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

O número de recuperdos chega a 397.653 pessoas
O número de recuperdos chega a 397.653 pessoas

As taxas de ocupação dos leitos de UTI chegaram a 58,1% na Grande São Paulo e 59,8% no estado nesta semana www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus. O número de pacientes internados é 12.729, sendo 7.276 em enfermaria e 5.453 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das divulgados 10h30 deste sábado. Hoje, dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 641 cidades, sendo 491 com um ou mais mortes.

Perfil da mortalidade

Entre os mortos estão 14.416 homens e 10,6 mil mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 75,2% das mortes. A mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (6.251), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (5.816) e 80 e 89 anos (5.072). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (36), 10 a 19 anos (44), 20 a 29 anos (202), 30 a 39 anos (775), 40 a 49 anos (1.694), 50 a 59 anos (3.444) e maiores de 90 anos (1.682).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,8% dos óbitos), diabetes mellitus (43,2%), doenças neurológicas (11%) e renal (9,4%), pneumopatia (8,2%). Outros fatores identificados são obesidade (7,1%), imunodepressão (5,7%), asma (3,1%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (1,9%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 19.994 pessoas que faleceram por COVID-19 (79,9%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *