Stan Wawrinka e Rafael Nadal dão grande impulso ao Aberto da Austrália

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 9 de janeiro de 2018 as 11:37, por: CdB

O Aberto da Austrália tem sido atingido por ausências de grandes nomes, com Andy Murray, Serena Williams e Kei Nishikori

Por Redação, com Reuters – de Melbourne:

Os ex-campeões Stan Wawrinka e Rafael Nadal deram aos organizadores do Aberto da Austrália um grande impulso nesta terça-feira, quando ambos disseram estar ansiosos para disputar o primeiro torneio do Grand Slam da temporada na próxima semana, após lutarem contra lesões.

Os ex-campeões Rafael Nadal e Stan Wawrinka deram aos organizadores do Aberto da Austrália um grande impulso nesta terça-feira

O Aberto da Austrália tem sido atingido por ausências de grandes nomes; com Andy Murray, Serena Williams e Kei Nishikori; enquanto Nadal e Novak Djokovic também tem enfrentado lesões.

Wawrinka lutado contra uma lesão no joelho e não joga desde que foi eliminado na primeira rodada de Wimbledon no ano passado, e o suíço era uma das maiores dúvidas para o Aberto da Austrália, de 15 a 28 de janeiro.

– Estou muito, muito feliz em estar de volta ao circuito e vendo o sol – disse Wawrinka a repórteres após um evento nesta terça-feira com os boleiros do torneio no Melbourne Park. “Para mim, a primeira coisa é jogar uma partida, jogar uma partida de tênis de novo. Foram muitos meses fora”.

O espanhol Nadal também tem lutado contra uma lesão no joelho e não joga desde o fim da temporada passada, no ATP Tour Finals, em Londres. Ele se retirou de um torneio de aquecimento em Abu Dhabi e do Brisbane International, na semana passada, e tem estado preocupado com seu físico para as partidas.

Richard Gasquet

O espanhol voltou às quadras em uma partida de exibição no Kooyong Classic contra o francês Richard Gasquet.

– Foi um bom teste para mim e um bom treino – disse o tenista 16 vezes vencedor de torneios do Grand Slam a repórteres, após sua derrota por 6-4, 7-5, na qual aparentava se mover livremente, apesar de um pouco enferrujado em suas rebatidas.

Djokovic 

O tenista Novak Djokovic, ex-número 1 do mundo, desistiu de disputar um torneio de exibição em Abu Dhabi no dia 29 de dezembro devido a dores no cotovelo direito, em um baque na preparação do sérvio para o Aberto da Austrália neste mês.
 
Djokovic, 12 vezes campeão de torneios do Grand Slam, estrearia na temporada contra o espanhol Roberto Bautista Agut. Mas foi aconselhado por sua equipe médica a desistir do torneio poucas horas antes do início da partida.

O sérvio não joga uma partida desde que foi forçado a desistir nas quartas de final de Wimbledon contra Tomas Berdych, em julho; devido a uma contusão no cotovelo.

Mubadala World Tennis Championship

– Estou terrivelmente frustrado por ter sido forçado a desistir do Mubadala World Tennis Championship – disse Djokovic em comunicado. “Infelizmente, nos últimos dias comecei a sentir dor no cotovelo e; após vários exames; minha equipe médica me aconselhou a não correr nenhum risco; a desistir do torneio e continuar imediatamente os tratamentos.”

Os organizadores do torneio informaram que o britânico Andy Murray concordou em substituir Djokovic em uma partida de exibição contra Bautista Agut. Murray não joga há seis meses em decorrência de um problema no quadril. Mas estava em Abu Dhabi como parte de sua reabilitação.

O Aberto da Austrália, primeiro torneio do Grand Slam de 2018, começa em 15 de janeiro no Melbourne Park.